Reviravolta na votação da Câmara; Alexandre Campos é o novo presidente

Foto: Divulgação Câmara

Paloma Guimarães e Alisson Eustaquio

Santana FM

Após diversas reviravoltas na votação para a mesa diretora do biênio 2019/2020, o vereador Alexandre Campos (MDB) venceu a disputa que aconteceu na tarde desta quarta (19). A outra chapa que participou da disputa era encabeçada pelo o vereador Joel Arruda (PSD).

Foto: Santana FM/ Votação da Mesa Diretora

A chapa vencedora por nove votos favoráveis foi composta por Alexandre como presidente, vice-presidente Hudson Bernardes (PSC) e como secretário Lacimar Cezário (PSL), o Três.

A segunda chapa composta com o vereador Joel, como presidente, Márcia Cristina (PP) como vice-presidente e o vereador Antônio de Miranda (PHS), o Toizinho, como secretário.

VOTAÇÂO a chapa do vereador Alexandre teve a vitória após receber o voto dele e dos vereadores Hudson, Lacimar, Anselmo Fabiano (PHS), Antônio de Faria (PSDB), o Da Lua, Silvano Gomes (PHS), Márcio Gonçalves (PSL) o Hakuna, Lucimar Nogueira (PSB) o Lucinho de Santanense e Iago Santiago (Avante) o Pranchana Jack.

Já a chapa do vereador Joel contou com o voto dele e dos vereadores Márcia Cristina (PP), Antônio de Miranda (PHS) o Toizinho, Alex Artur (PSDB) o Lequinho, Gláucia Santiago (PSB), Otacília Barbosa (PV), Gleison Fernandes (PSDB) e Giordane Alberto (MDB).

O vereador Hakuna fez um balanço de sua atuação a frente da mesa diretora, em entrevista ao Jornalismo da Santana FM.

 “Foi uma experiencia muito enriquecedoras, da qual tenho muito orgulho, nós fizemos transformações e alterações importantes. Instituímos o ponto eletrônico para todos os funcionários, colocamos rastreadores nos carros oficiais, criamos o sistema interno, o manual de procedimentos, adotamos o sistema de processo seletivo objetivo também para todos os estagiários. Instalamos elevadores em uma casa de 4 andares, com dois vereadores com mobilidade reduzida. E por muito pouco não conseguimos cumprir todas as metas. A Câmara paga entre R$5 a R$ 6 mil de energia elétrica mensal então estávamos com um projeto sendo desenvolvido para a instalação de placas fotovoltaicas, mas durante o processo esbaramos na questão da descaracterização da fachada do prédio, então achamos melhor retroceder nesse sentido. Mas todas as medidas conseguimos aplicar, e todas as medidas foram medidas que sabidamente trouxeram retorno para a Câmara no ponto de vista financeiro, moralidade, eficiência. Graças a Deus foi uma experiencia muito boa.” Disse Marcio

O vereador Hudson que até então disputava como presidente da chapa que ele compunha, falou sobre essa mudança na composição.

“Nos pertencemos a um grupo político. Nós buscamos uma composição. Esse melhor nome que esse grupo político apoiou, era eu e mais sete vereadores. Isso foi uma decisão de consenso, não foi uma decisão só do vereador Hudson Bernardes, aqui eu cito o nome do vereador Da Lua, cito o nome do Anselmo Fabiano, Marcinho, Lacimar, Silvano, Lucinho e Iago. Foi uma decisão conjunta, uma decisão que a gente entendeu que foi a melhor decisão para o grupo a composição com o Alexandre Campos. Eu tenho certeza que nós vamos fazer uma administração compartilhada, o Alexandre é uma pessoa de abertura. Será o presidente ouvindo o vice e o secretário. O que nós queremos é que votemos projetos para que possa melhorar a qualidade de vida do povo itaunense”, disse Hudson.

Já vereador Joel, falou sobre a sua primeira participação do páreo.

“Eu coloquei o meu novo a candidatura da presidência da câmara com muito orgulho, consegui 8 votos. Perdi por 9 a 8. Parabenizo o vereador Alexandre Campos que foi o vitorioso. A minha proposta quando coloquei a minha candidatura foi de fazer gestão independência e harmônica, respeitando as instituições para que o povo pudesse ser beneficiado com essa independência e harmonia entre os poderes. Agora o que eu espero da nova gestão com o vereador Alexandre é que ele também siga essa mesma linha. Eu o cumprimentei e também fiz um pedido em plenário para ele trabalhar respeitando a oposição e a situação no que tange ao executivo, para que os trabalhos possam ocorrer com naturalidade e a população possa ter uma resposta e um respaldo dessa casa legislativa. No, mas eu agradeço a Deus pela oportunidade por ter concorrido justamente, licitamente, não tive nada a oferecer a não ser a independência dos poderes. Então estou muito feliz, foi a primeira vez e se Deus quiser na próxima vez talvez se a gente colocar o nosso nome ter mais sucesso. Mas fiquei feliz e desde já desejar um feliz natal a todos. Se Deus quiser ano que vem estaremos aí como vereador para continuar nossos trabalhos na casa legislativa”, disse Joel.

O presidente eleito para o biênio de 2019-2020 Alexandre fez agradecimento aos votos que recebeu.

“Primeiramente eu gostaria de agradecer aos outros oito vereadores que acreditaram no nosso trabalho e na nossa oportunidade de se tornar presidente. Quem acompanha meu mandato e nosso trabalho no legislativo itaunense viu que eu preguei que a câmara precisava de votar em um único candidato pra dar a resposta que a população precisa, depois dessas graves denúncias envolvendo o legislativo. Quero dizer que eu não tive o voto da totalidade e por possuir o bom relacionamento com os dois grupos políticos eu achava que o meu nome deveria ser o de consenso. E um dos grupos políticos concordou com o meu nome e a gente deixou o nome à disposição, porque a câmara de Itaúna tem que servi bem a todos os cidadãos itaunesnes com responsabilidades, transparência e com foco do bem comum para a nossa sociedade” disse Alexandre

Ele também falou como pretende trabalhar.

“Nós estamos vivendo uma grave crise financeira no nosso estado de Minas Gerais e não é diferente no nosso município. Isso toda cidade sabe. Nós precisamos dar governabilidade as instituições do município para que a população de Itaúna tenha os serviços prestados com qualidade e que não gere gargalos em toda sociedade itaunense. Tenho certeza que os 17 vereadores comungam com essa minha posição. Quero agradecer também a oportunidade de o vereador Hudson Bernardes estar compondo com a gente a mesa e do vereador Lacimar Cezário. Nós vamos começar uma comissão de transmissão. Era para ter começado na segunda quinzena de novembro, mas por causa desses imbróglios, aconteceu isso. Mas o presidente do legislativo Márcio Gonçalves fez um excelente trabalho e tenho certeza que ele vai conduzir essa equipe de transição muito bem.” Completou Alexandre.

%d blogueiros gostam disto:
WordPress Appliance - Powered by TurnKey Linux