NO AR AGORA

Rádio Santana FM

Itaúna, 19 de maio de 2021

Foto Mariela Guimarães / O Tempo

 

A Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) deixará de ser responsável pelo Aeroporto Carlos Prates, na região Noroeste de Belo Horizonte, a partir de 31 de dezembro deste ano.

A determinação foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) dessa quinta-feira (14). Em setembro do ano passado, o Ministério da Infraestrutura já havia antecipado a informação.

Segundo a pasta, os cerca de 1.800 voos que ocorrem no local atualmente serão transferidos para outros aeroportos, como o da Pampulha.

Com a decisão, o ministério determinou que a Infraero apresente o inventário de bens que compõem o patrimônio do aeroporto em até seis meses a partir da data da publicação no DOU.

 

O aeroporto

O Aeroporto Carlos Prates iniciou atividades em 1944 e é considerado um dos principais apoios à aviação executiva.

O espaço tem ação voltada para a formação de pilotos, aviação desportiva e de pequeno porte, instrução e manutenção de aeronaves de asa fixa (aviões) e rotativa (helicópteros).

Em média, são registrados 1.800 pousos e decolagens por mês no local.

Por Hoje em Dia