Além de Orlando, Confins terá voo direto para o Chile Azul protoc

21/05/2015 | Minas Gerais

voos confins chile

 

 

 

Os mineiros terão conexão direta com a Disney a partir de novembro. A Azul Linhas Aéreas Brasileiras S/A vai lançar o primeiro voo direto do Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, na Grande Belo Horizonte, para Orlando, na Flórida. A companhia aérea protocolou ontem o pedido para operar a rota na Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Com isso, o terminal internacional será o segundo do país a receber voos da Azul com destino ao exterior.

A empresa informou que entre 16 de novembro e 13 de fevereiro, a rota terá quatro frequências semanais. Às segundas, quartas, sextas e domingos, as aeronaves decolarão de Confins às 12h30, chegando a Orlando às 17h50. O retorno será às 20h15, com pouso em terras mineiras às 7h35. De 14 de dezembro a 14 de fevereiro, o voo será diário, mantidos os horários.

A rota permitirá aos mineiros viajar aos Estados Unidos com mais facilidade e economia de tempo. Em relação a um voo da Azul que passa por Campinas antes de ir para Orlando, a ligação direta de BH à cidade dos EUA permitirá uma redução de mais de quatro horas no tempo de viagem. A empresa recebe em Confins  voos originados em mais de 25 cidades. A partir de segunda-feira, parte dos voos regionais serão transferidos da Pampulha para o aeroporto internacional. Com isso, bastará ao passageiro embarcar em um dos aeroportos atendidos pela empresa para fazer conexão em Confins e seguir direto para os Estados Unidos.

Além da Azul, American Airlines e Tam também têm rotas para os Estados Unidos – ambas para Miami, na Flórida. Até o lançamento da nova rota, os turistas com pacotes para a Disney e os parques temáticos têm que percorrer quase 400 quilômetros de carro entre Miami e Orlando caso optem por viajar em voo direto. “A inauguração reafirma o compromisso da companhia com o público mineiro. Com as conexões, o estado inteiro poderá voar para Orlando”, afirmou o diretor de Comunicação, Marca e Produtos da Azul, Gianfranco Beting. Ele diz ser possível a criação de novas rotas para o exterior, mas não detalhou quando, como e onde.

Os voos serão operados por Airbus A330, com capacidade de 265 assentos. Segundo a empresa, as aeronaves serão repaginadas. O diretor de Planejamento e Alianças da Azul, Marcelo Bento, afirma que serão usados o equipamento e a tecnologia mais moderna para garantir conforto e entretenimento a bordo.

Veja também