América vence São Paulo e conquista vaga na Libertadores

10/12/2021 | Esportes, Minas Gerais

América conquista uma vaga na Copa Libertadores, algo inédito nos 109 anos de história do clube – Foto Morão Panda/América

 

 

Nem o mais otimista dos americanos imaginaria que o time, nesta última rodada do Brasileirão Série A, além de já ter garantido sua permanência na elite do futebol nacional – o que já é um feito histórico –, conquistaria uma vaga na Copa Libertadores, algo inédito nos 109 anos de história do clube. Classificação veio após vitória por 2 a 0 sobre o São Paulo, na noite desta quinta-feira (9), em um Independência lotado e em festa.


E não havia nome melhor para fechar o ano com chave de ouro: Ademir. Em seu jogo de despedida do time, ele foi autor dos dois gols que deram a vitória ao clube mineiro, que termina a competição na 8ª posição, com 53 pontos. Já o tricolor termina o ano apático em 13º, com 48 pontos.

 

O jogo

 

O primeiro tempo foi equilibrado e agitado para ambos os lados, mas sem grandes lances. Enquanto o time mineiro parecia controlar mais a posse da bola, o paulista criou mais lances de perigo, principalmente com Igor Gomes, Rigoni e Reinaldo, mais pelo alto. Já o mineiro chegou mais perto do gol com Juninho, Patric e Zárate, em infiltrações.

 

No fim da primeira etapa, a torcida chegou a comemorar, mas em vão. Em cruzamento de Alê, do Coelho, o zagueiro Ricardo Silva cabeceou para o fundo das redes, mas estava impedido.

 

No segundo tempo o América foi para cima desde o início. Logo aos quatro minutos, após escanteio, a bola pegou no travessão do gol de Volpi. Logo depois, o nome do clube mandante, Ademir, perdeu de frente com o goleiro, após lançamento de Zárate.

 

Mas ele logo se redimiu. Aos 12 minutos, o meia Juninho lançou na área para Felipe Azevedo, que dominou e tocou para Ademir chutar no canto de Volpi. Coelho 1 a 0.

 

Quatro minutos depois, o capitão Juninho, novamente, enfiou nas costas da zaga em contra-ataque para o camisa 10, que passou pelo goleiro adversário e chutou cruzado para o gol praticamente vazio. América 2 a 0 e garantido na maior competição de clubes das Américas.

 

Após isso, Rogério Ceni realizou mudanças no time, que começou a jogar mais no campo americano, mas não conseguiu fazer muita coisa. Fabrício Daniel, que entrou no decorrer do jogo, ainda meteu bola na trave no fim. Comemoração de um lado e decepção do outro.

 

Por O Tempo

 

 

 

 

 

Veja também