Atlético repete feito do Cruzeiro com Tríplice Coroa do futebol

16/12/2021 | Esportes, Minas Gerais

Atlético conquistou Copa do Brasil com maior aproveitamento – Foto Ramon Lisboa/EM/D.A Press

 

 

O Atlético repetiu o feito de seu maior rival, o Cruzeiro, nesta quarta-feira. Com o título da Copa do Brasil diante do Athletico-PR, o Galo, que foi campeão mineiro e brasileiro em 2021,faturou a sua primeira Tríplice Coroa – proeza atingida por clubes que conquistam três taças em um único ano.

 

O Cruzeiro realizou o feito na temporada 2003. Naquele ano, sob o comando de Vanderlei Luxemburgo e também com uma equipe repleta de bons jogadores, levantou as taças do Campeonato Mineiro, do Campeonato Brasileiro e da Copa do Brasil.O Cruzeiro realizou o feito na temporada 2003. Naquele ano, sob o comando de Vanderlei Luxemburgo e também com uma equipe repleta de bons jogadores, levantou as taças do Campeonato Mineiro, do Campeonato Brasileiro e da Copa do Brasil.

 

Agora, sob a batuta do técnico Cuca, foi a vez do Atlético alcançar a Tríplice Coroa. O Alvinegro dispõe da parceria com o mecenas Rubens Menin, que aplica suntuosos recursos para contratações de grande porte no elenco atleticano. Recheado de bons nomes, o Galo venceu o Estadual diante do América, foi campeão brasileiro após 50 anos de jejum e tem grande vantagem na final da Copa do Brasil.

 

O Cruzeiro, por sua vez, luta para retornar à elite nacional e reencontrar o caminho das grandes conquistas. Em reestruturação, a Raposa se transformará em clube-empresa e contará com a parceria de investidores.

 

Além de Atlético e Cruzeiro, outros sete clubes do futebol brasileiro deram três ou mais voltas olímpicas em uma mesma temporada. Relembre, na galeria de fotos a seguir, todos os ‘multicampeões’.

 

Atlético tem a melhor campanha da história 

Atlético faturou a Copa do Brasil com amplo domínio – Foto: Ramon Lisboia/EM/D.A Press

 

 

Dominante, o Atlético fez, em 2021, a melhor campanha da história da Copa do Brasil. Com nove vitórias em dez jogos, o time de Cuca foi soberano e completou a trajetória com maior aproveitamento (90%) na história do torneio. Relembre, a seguir, todas as partidas da equipe mineira na competição.

 

O único tropeço do Galo no caminho rumo ao bi da Copa do Brasil ocorreu diante do Bahia, no jogo de volta das oitavas de final. Em Salvador, o Alvinegro foi derrotado pelo Tricolor por 2 a 1. No entanto, como havia vencido o jogo de ida por 2 a 0 no Mineirão, em Belo Horizonte, avançou às quartas.

 

Antes do feito atleticano, as melhores campanhas da Copa do Brasil eram ostentadas por Grêmio (1989) e Corinthians (1995). Ambos tiveram 86,7% de aproveitamento no torneio e sagraram-se campeões nas respectivas edições.

 

Com a conquista diante do Athletico-PR nesta quarta-feira (15), o Atlético chegou ao bi da Copa do Brasil e subiu para a sexta posição no ranking de títulos da competição. Agora, o Galo tem como meta alcançar os rivais Corinthians e Flamengo na lista – ambos têm três taças do torneio.

 

Maior campeão da Copa do Brasil, com seis conquistas, o Cruzeiro teve seu melhor desempenho na temporada 2003, quando também ganhou a Tríplice Coroa. Na ocasião, sob o comando do técnico Vanderlei Luxemburgo, o principal rival do Atlético sagrou-se vencedor com 81,3% de aproveitamento.

 

Atlético enfrentará Flamengo na Supercopa do Brasil

 

O Atlético tentará quebrar a hegemonia do Flamengo na Supercopa do Brasil em confronto marcado para domingo, 20 de fevereiro de 2022, em estádio e horário a serem definidos pela Confederação Brasileira de Futebol. O rubro-negro conquistou as taças de 2020 e 2021 superando Athletico-PR e Palmeiras, respectivamente, no estádio Nacional de Brasília.

 

Em ambas as participações, o Flamengo se qualificou à Supercopa por ter ganhado o Campeonato Brasileiro, enquanto seus adversários ergueram o caneco da Copa do Brasil.

 

Na edição de 2020, a equipe carioca goleou o Athletico-PR por 3 a 0. Em 2021, bateu o Palmeiras nos pênaltis, por 6 a 5, depois de empate por 2 a 2 no tempo normal.

 

Em 2022, o Fla disputará a Supercopa em função do regulamento que determina a presença do vice da Série A caso um clube alcance os dois títulos nacionais

 

A CBF pagará premiação a Atlético e Flamengo pela participação na Supercopa do Brasil. Em 2020 e 2021, a entidade destinou R$5 milhões ao campeão e R$2 milhões ao vice.

 

Galo e Urubu voltam a se enfrentar em uma decisão depois de mais de 40 anos. Em 1980, o rubro-negro ficou com o troféu do Brasileirão ao ganhar o jogo de volta por 3 a 2, no Maracanã.

 

Por Uai 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Veja também