Brasil ganha mais de 72 km² de território; entenda mudança

29/03/2023 | Brasil

O estado com maior número de mudanças nos limites foi o Rio Grande do Sul  – Foto Marcos Serra Lima/G1

 

 

A área territorial do Brasil aumentou em 72,2 km² em 2022, segundo levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgado nesta quarta-feira (29), no Rio de Janeiro.

 

A expansão foi de 8.510.345,540 km², em 2021, para 8.510.417,771 km², no ano passado. Segundo o instituto, o aumento do território se deve a novos delineamentos de fronteira internacional em trechos do Amazonas, Rondônia, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

 

“A partir de imagens de satélite atualizadas, a área de Geociências do IBGE aprimorou o cálculo o delineamento da cobertura do território brasileiro e descobriu que a extensão do País é 72km² maior do que se imaginava antes. Importante destacar que não houve mudança de fronteiras, só de mensuração de superfícies em trechos da fronteira nos estados citados”, explicou o IBGE.

 

“Esse cálculo é feito com base nos dados fornecidos pelas Comissões Demarcadoras de Limite do Ministério das Relações Exteriores e na melhoria de insumos cartográficos (imagens de satélite).”

 

Atualização de limites

 

O instituto também divulgou nesta quarta mapas atualizados com os novos limites de 174 municípios brasileiros. As mudanças na divisão político-administrativa aconteceram entre 1º de maio de 2021 e 31 de julho de 2022.

 

O estado com maior número de mudanças nos limites municipais foi o Rio Grande do Sul (61 municípios), seguido por Pernambuco (50) e Paraná (47).

 

Também houve alterações em Mato Grosso (6), Maranhão (3), Rio Grande do Norte (3), além de Tocantins (2) e Goiás (2).

 

“As atualizações acontecem a partir da publicação de nova legislação, decisão judicial e relatórios/pareceres técnicos confeccionados pelos respectivos órgãos estaduais responsáveis pela divisão político-administrativa de cada estado e encaminhados ao IBGE”, explica Roberto Tavares, coordenador de Estruturas Territoriais, da Diretoria de Geociências do IBGE.

 

Todas as informações sobre as alterações estão no site do IBGE.

 

Por G1  

 

 

 

 

Veja também