Brasil pode voltar a ficar entre as 10 maiores economias do mundo

3/09/2023 | Brasil, Mundo

As projeções da agência de classificação de risco são que o Brasil tenha um avanço de 2,4% do PIB – Foto Érico Andrade/g1

 

 

 

O Brasil pode voltar a fazer parte do grupo das 10 maiores economias do mundo já em 2023, aponta um levantamento da Austin Rating, com base nas projeções do Fundo Monetário Internacional (FMI).

 

Na sexta-feira 01/9, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informou que o Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro cresceu 0,9% entre abril e junho deste ano, no oitavo resultado positivo consecutivo do indicador em bases trimestrais.

 

As projeções do Fundo divulgadas em julho apontam para um crescimento de 2,1% da economia brasileira neste ano, e ainda não levam em conta o resultado do 2º trimestre divulgado pelo IBGE. O mercado financeiro esperava um crescimento menor do que o apurado, de apenas 0,3% em relação ao trimestre anterior.

 

Segundo o economista-chefe da Austin Rating, Alex Agostini, caso não haja grandes movimentações no cenário econômico internacional, e o Brasil mantenha o atual ritmo de crescimento da atividade, as chances de o País voltar para a lista das 10 maiores economias do mundo são grandes.

 

“O Brasil precisa continuar fazendo a lição de casa. Aprovando as medidas necessárias, como já vem acontecendo com o novo marco fiscal, [resolvendo] a questão da reforma tributária, trazendo a continuidade da queda de juros e mostrando um equilíbrio maior nas questões institucionais, para resgatar a confiança de empresários e investidores”, explica o economista.

 

As projeções da agência de classificação de risco são que o Brasil tenha um avanço de 2,4% do PIB neste ano — acima do que estima o FMI.

 

“Estamos em um caminho bastante sólido […] e, se de fato o crescimento for em um ritmo maior do que o que projetamos [de 2,4%] e o real voltar a se valorizar, o Brasil pode inclusive chegar a ocupar a 8ª colocação em 2023”, acrescenta Agostini, reiterando que a última vez que o país esteve nessa posição foi em 2017.

 

O PIB totalizou R$ 2,651 trilhões no trimestre encerrado em junho – Foto Reuters/Rodolfo Buhrer/Arquivo

 

 

Veja como pode ficar o ranking das 15 maiores economias do mundo em 2023

 

Projeção das 15 maiores economias do mundo em 2023
Em trilhões de US$*

 

1 Estados Unidos – 26.85

2 China – 19.37

3 Japão – 4.41

4 Alemanha – 4.31

5 Índia – 3.74

6 Reino Unido – 3.16

7 França – 2.92

8 Itália – 2.17

9 Canadá – 2.09

10 Brasil – 2.08

11 Rússia – 2.06

12 Coreia – 1.72

13 Austrália – 1.71

14 México – 1.66

15 Espanha – 1.49

* Fonte Austin Rating e FMI

 

 

Veja também