Brasil realiza quase 7 mil transplantes de órgãos em 2023

17/01/2024 | Brasil

O rim é o órgão mais transplantado com quase 67% dos procedimentos – Foto Ministério da Saúde

 

 

O Brasil realizou mais de 6,7 mil transplantes entre janeiro e setembro de 2023. Esse foi o melhor resultado dos últimos 10 anos, segundo dados divulgados pelo Ministério da Saúde. Em 2022, no mesmo período, foram pouco mais de 6 mil procedimentos.

 

O número de doadores também aumentou: 17% na comparação com 2022. Foram mais de 3 mil doações efetivadas.

 

O rim é o órgão mais transplantado com quase 67% dos procedimentos. Na sequência aparecem o fígado e o coração. Segundo o Ministério da Saúde, atualmente, mais de 41 mil pessoas esperam por um transplante de órgãos no país.

 

A Coordenadora-Geral do Sistema Nacional de Transplantes, Daniela Salomão, reforça que essa lista não funciona como uma fila, já que é preciso levar em consideração as particularidades de cada quadro e compatibilidade do paciente com o doador.

 

O aumento no número de transplantes, segundo Daniela Salomão, mostra uma melhoria no sistema com o alinhamento das várias etapas complexas que envolvem o procedimento.

 

Entre os avanços que o Sistema Nacional de Transplantes incorporou está uma nova tecnologia, o Kit NAT Plus, desenvolvido e produzido pelo Laboratório de Bio-Manguinhos, da Fiocruz. O Kit contribui para ampliar a segurança dos transplantes.

 

O modelo do NAT Brasileiro inclui a testagem para detecção no sangue de agentes patogênicos da malária, HIV, hepatite B e hepatite C em uma única rotina para amostras de doadores falecidos em parada cardiorrespiratória.

 

* Com informações Rádio Agencia

 

 

 

 

Veja também