NO AR AGORA

Rádio Santana FM

Itaúna, 30 de julho de 2021

Foto Reprodução Internet

 

O Município de Itaúna deverá ter uma política mais clara de vacinação contra a doença de Leishmaniose, conforme projeto aprovado na reunião da Câmara dessa terça, 08/06.

 

O Projeto, que foi aprovado por unanimidade, estabelece uma campanha de divulgação prevendo várias metas. Dentre elas: elucidação sobre características da doença e seus sintomas; precauções a serem tomadas pelos proprietários dos animais; orientação sobre a vacinação e campanha de vacinação gratuita dos animais a ser realizada uma vez por ano.

 

A autoria da proposta é do vereador Alexandre Campos.

 

Sobre a doença

 

A leishmaniose é uma doença parasitária relativamente comum em países tropicais, como o Brasil, que afeta principalmente cachorros, mas que pode ser transmitida para os humanos através da picada de pequenas insetos, conhecidas como flebótomos. Para isso basta que o inseto pique um cachorro doente antes de picar a pessoa, para que seja transmitida a doença.

 

Existem várias formas de leishmaniose, no entanto, as duas mais comuns são:

  • Leishmaniose tegumentar: é a forma mais comum e afeta a pele, provocando o surgimento de um pequeno caroço ou feridas no local da picada.
  • Leishmaniose visceral: afeta os órgãos internos e causa sintomas mais sistêmicos, como febre, ínguas doloridas, perda de peso e manchas na pele;