Censo revela que o Centro-Oeste tem mais de 1 mil indígenas

8/08/2023 | Centro-Oeste

Indígenas da Aldeia Pataxó Muã Mimatxi em Itapecerica –  Foto Thiago Carvalho/TV Integração

 

 

A população indígena que vive em cidades do Centro-Oeste de Minas Gerais é de 1.045 pessoas. Só em Itaúna são 50 indígenas.

 

O número foi obtido no levantamento do Censo 2022 e divulgado nesta segunda-feira 07/8, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

 

Das 57 cidades no Centro-Oeste de MG, 14 não tiveram registros de indígenas.

 

 

Cidades com maior número de indígenas

 

  • Entre as cidades da região, Divinópolis foi a que registrou o maior número de indígenas: 177, que corresponde a 0,08% da população total da cidade;

 

  • Em segundo lugar está Martinho Campos, com 140 pessoas que se autodeclaram indígenas; sendo 1% da população total;

 

 

População no Brasil

 

O Brasil tem 1,7 milhão de pessoas que se identificam como indígenas. Isso corresponde a 0,8% da população total do país.

 

Das 5.570 cidades do país, 4.832 têm moradores indígenas (86,8%).

 

A maioria da população indígena (63%) vive fora das 573 terras oficialmente demarcadas pela Funai.

 

As 10 cidades com maior população indígena no Centro-Oeste:

 

CidadePop. indígenaPop. Total(%)
Divinópolis177231.0910,08%
Martinho Campos14014.0031%
Pompéu11231.0470,36%
Nova Serrana87105.5520,08%
Pará de Minas5097.1390,05%
Itaúna5097.6690,05%
Itapecerica4820.9840,23%
Lagoa da Prata4551.4120,09%
Arcos4341.4170,01%
Bom Despacho3151.7370,06%

 

 

Veja também