Período seco: Cidades enfrentam problemas de abastecimento de água

12/09/2021 | Centro-Oeste

Em Itaúna vários ouvintes têm relatado falta de água – Foto: Arquivo Pessoal/Reginaldo Alves

 

 

Durante a atual crise hídrica causada pela falta de chuvas, cidades da região Centro-Oeste, como Itaúna, Divinópolis e Oliveira têm sofrido com a falta d’água em alguns bairros.

 

Em Itaúna, o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) esclareceu que o nível de abastecimento de água está estável no momento, vários ouvintes têm relatado falta de água, principalmente nos bairros Cidade Nova e Murilo Gonçalves. Por esse motivo, a autarquia emitiu um comunicado na quinta, 09/09, afirmando que devido ao alto consumo e às condições topográficas do local, o abastecimento se encontrava com pouca pressão durante todo o fim de semana e o feriado da Independência.

 

Uma obra de emergência foi realizada afim de resolver o problema na quarta, 08/09, mas de acordo com o SAAE, ainda podem ter alguns pontos da cidade sem água.

 

Divinópolis

 

Em Divinópolis a falta de água também é um problema – Foto: Anna Lúcia Silva/G1

 

Em Divinópolis a falta de água também é um problema que prejudica vários bairros constantemente. A Companhia de Abastecimento de Minas Gerais (Copasa) informou que nos bairros Rancho Alegre, Belo Vale, Ipiranga, Levindo Pereira e Vila Santo Antônio foi interrompido o fornecimento de água nesta sexta-feira, 10/09.

 

Oliveira

 

Em Oliveira, o Saae divulgou um alerta e disse que se não chover nos próximos dias, pode faltar água – Foto: Anna Lúcia Silva/G1

 

Em Oliveira, o Saae divulgou um alerta e disse que se não chover bastante nos próximos dias, pode faltar água na cidade. Isso porque os mananciais que abastecem os reservatórios estão cada vez mais em decadência.

 

“Hoje abastecemos a cidade com um nível de qualidade e quantidade satisfatórias, mas não queremos viver o que vivemos em 2014. Pedimos a toda população que economize água e que faça consumo consiste e nos ajude a combater maiores desperdícios”, disse o assessor do Saae, Rômer Castanheira.

 

 

 

Por Jornalismo Santana FM com G1

 

 

SAAE esclarece situação hídrica de Itaúna

 

 

 

 

Veja também