NO AR AGORA

Rádio Santana FM

Itaúna, 8 de julho de 2020

(foto: Pixabay)

 

Com a confirmação de sete mortes nas últimas 24 horas, Minas chega a 278 óbitos pela COVID-19. De acordo com o boletim epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde (SES), as mortes foram registradas em Uberlândia, São João do Oriente, Iapu, Santana do Paraíso, Timóteo, Mariana e Monte Sião.

O número de casos confirmados saltou para 10.464. Foram registrados no boletim de segunda (1º) 206 casos a mais do que os apresentados no balanço de domingo (31).

De acordo com o secretário de Estado de Saúde, o pico da pandemia, que foi adiado para meados de junho, deve ter de 2 mil a 2.200 casos somente em um dia. No entanto, com várias cidades reabrindo o comércio, o pico pode ocorrer antes e com maior número de doentes.

“Todas as projeções mudam ao longo do tempo. Se o isolamento diminuir, pode encurtar o tempo e ter mais casos”, afirmou Carlos Eduardo Amaral.

Em coletiva de imprensa na tarde desta segunda-feira, o secretário voltou a conclamar pelo máximo de afastamento social possível, pois isso resultaria em “benefícios para todos”.

“Se nós não tivermos o isolamento e o crescimento for exponencial dos casos, não tem como a capacidade instalada de nenhum serviço de saúde dar conta da epidemia. Foi isso que nós vimos nos outros países”, afirmou Amaral.

Do Uai