Cruzeiro apresenta registro para se transformarem clube empresa

29/11/2021 | Esportes, Minas Gerais

O Cruzeiro caminha a passos largos para se transformar em clube-empresa – Foto Divulgação/ Cruzeiro

 

 

O Cruzeiro está muito próximo de se transformar na primeira Sociedade Anônima de Futebol no Brasil. O clube celeste apresentou registro oficial para dar início ao projeto nesta segunda-feira (29). Sérgio Santos Rodrigues, presidente da Raposa, foi quem anunciou a informação em uma rede social.

 

“Entre os grandes desafios que tínhamos pela frente, um dos maiores era tornar o Cruzeiro um clube empresa. Foi um longo trabalho, desde o primeiro dia da gestão, com dezenas de encontros e reuniões, muitas delas no Senado e na Câmara dos Deputados”, afirmou Sérgio.

 

“Hoje, esse desejo se tornou realidade e apresentamos para registro a primeira Sociedade Anônima do Futebol do Brasil. Essa nova realidade nos permitirá reerguer o Clube”, completou.

 

O Cruzeiro caminha a passos largos para se transformar em clube-empresa. Ainda na noite desta segunda-feira, haverá um ‘bate-papo’ no salão de festas do Clube do Barro Preto para discutir uma mudança no estatuto do clube.

 

A intenção é debater sobre uma mudança no percentual da negociação de ações da Raposa para os investidores. Atualmente, o estatuto prevê a cessão de apenas 49% para o futuro parceiro. A intenção é ampliar essa margem para 51%, numa medida que visa atrair e gerar melhores condições ao futuro investidor.

 

Pronunciamento oficial do presidente do Cruzeiro

 

“Entre os grandes desafios que tínhamos pela frente, um dos maiores era tornar o Cruzeiro um clube empresa. Foi um longo trabalho, desde o primeiro dia da gestão, com dezenas de encontros e reuniões, muitas delas no Senado e na Câmara dos Deputados.

 

Hoje, esse desejo se tornou realidade e apresentamos para registro a primeira Sociedade Anônima do Futebol do Brasil. Essa nova realidade nos permitirá reerguer o Clube.

 

Agradeço muito a todos os envolvidos, entre Alvarez & Marsal, Ernst & Young, Volpini & Batista e todos os que foram e são decisivos para que SAF do Cruzeiro saia do papel.

 

E repito o que já disse algumas vezes, publicamente: nosso trabalho é para deixar um Cruzeiro sólido e equilibrado para nossos filhos e netos. Seguimos firmes nesse propósito.”

 

Por Superesportes

 

 

 

Veja também