Cruzeiro: ‘Efeito Ronaldo’ provoca otimismo na torcida celeste

22/12/2021 | Esportes, Minas Gerais

A torcida iniciou um movimento para que Ronaldo seja apresentado numa grande festa no Mineirão – Foto Vinnícius Silva/Cruzeiro

 

 

Ronaldo ainda não deu início à gestão como sócio majoritário do Cruzeiro. No entanto, o anúncio de que o ex-jogador será o dono de 90% das ações do clube já provocou efeito imediato em algumas frentes. No Brasil e em outras partes do mundo.

 

Após a divulgação do negócio, no último sábado, a Raposa promoveu a venda da camisa oficial utilizada nesta temporada com o 9 dourado às costas e as opções de nomes Ronaldo e Fenômeno. No mesmo dia, em algumas filiais, o 9 se esgotou. Nessa segunda-feira (20), o número não estava disponível nas demais as unidades, A loja matriz no Barro Preto disse, por meio de seu perfil na rede social, que, “em breve, haverá reposição”.

 

A reportagem apurou que não houve tempo de incrementar o “estoque” porque o negócio não estava programado para o último fim de semana. Por isso, não haveria tempo hábil para organizar o anúncio e se preparar para atender à demanda dos torcedores. “O acerto da SAF com o Ronaldo só foi sacramentado no sábado, após o encontro em São Paulo”, informou uma fonte que pediu para não ser identificada.

 

Fora da capital mineira, o “efeito Fenômeno” ocorreu por meio de especulação da imprensa espanhola. Na segunda-feira, o jornal “ Fichajes” publicou que o lateral-esquerdo Marcelo, atualmente no Real Madrid, quer retornar ao Brasil daqui a sete meses, quando se encerra seu vínculo, e que a Toca II poderia ser o destino do jogador de 33 anos. O negócio, caso avance, já seria um movimento de Ronaldo, e Marcelo chegaria ao clube a custo zero.

 

No Cruzeiro, o assunto é tratado como especulação. “Não estou falando que não possa existir, mas, hoje, é só especulação”, comentou a fonte ligada à cúpula estrelada.

 

Festa de apresentação

 

A torcida da Raposa iniciou um movimento para que Ronaldo seja apresentado numa grande festa no Mineirão, no próximo 2 de janeiro, data em que o clube completará 101 anos. A Minas Arena, administradora do estádio, informou que o local estará completamente fechado para reforma, entre 27 de dezembro e 11 de janeiro.

 

Com a impossibilidade de fazer um grande evento no Mineirão para oficializar a volta de Ronaldo à Raposa, desta vez como dono de 90% das ações, o clube corre contra o tempo para apresentar seu acionista majoritário no Cruzeiro SAF.

 

O evento será mesmo em 2 de janeiro, em Belo Horizonte, mas os detalhes ainda estão sendo definidos. O curto tempo para organizar uma grande festa é um dos entraves. Conforme informado por uma fonte envolvida diretamente na produção da apresentação, existe um tempo difícil de ser contornado e até mesmo uma questão estrutural.

 

Para o profissional, não haveria como montar toda a estrutura física em apenas 12 dias, bem como conseguir a liberação da Prefeitura de Belo Horizonte. “Há dois feriados no meio do caminho. Então é delicado, muito complicado fazer um evento. A apresentação do Ronaldo será mesmo no dia 2 de janeiro, mas ainda estamos desenhando como isso vai acontecer”, informa a fonte.

 

Por O Tempo 

 

 

Veja também