Dia da Água: Itaúna realiza distribuição de mudas

22/03/2022 | Itaúna

Serão entregues 250 espécies frutíferas e de mudas nativas – Foto Divulgação

 

 

A água é o recurso natural mais importante que existe. E o Brasil é privilegiado nesse sentido: o nosso território abriga 12% das reservas de água doce de todo o mundo.

 

Para marcar a comemoração do dia da água, celebrado nesta terça, 22 de março, o SAAE Itaúna distribuiu mudas no centro municipal de educação Socioambiental. Serão entregues 250 espécies frutíferas e de mudas nativas, aos consumidores nos postos de atendimento no bairro de Lourdes, e na Prefeitura, no bairro Boulevard Lago Sul.

 

“O objetivo é chamar a atenção do consumidor para a preservação da água e do meio ambiente como um todo. Plantar árvores é fundamental para o equilíbrio do planeta!” afirmou o serviço.

 

Águas brasileiras

 

A força dos rios que cortam o país alimentam centenas de usinas hidrelétricas — que respondem por mais da metade da energia elétrica consumida pelos brasileiros.

 

Por isso, proteger as águas presentes no subsolo, nas superfícies e na atmosfera é uma responsabilidade fundamental da sociedade brasileira. Quem afirma é Henrique Veiga, coordenador de Conservação de Água e Solo da ANA, a Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico.

 

Se o Brasil é um país privilegiado em reservas de água doce, isso não significa que a escassez não seja uma ameaça real. No ano passado, a falta de chuvas nas regiões Sudeste e Centro-Oeste causou uma crise hídrica — que afetou profundamente a produção agrícola e o desempenho das usinas hidrelétricas.

 

Em fevereiro, o último relatório do Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas apontou que eventos climáticos extremos, como secas prolongadas, vão ser cada vez mais frequentes e intensas por causa do aquecimento global. Por isso, Henrique Veiga ressalta que o uso sustentável da água passa, também, pelo equilíbrio do ciclo das chuvas no país.

 

A Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico estima que cerca de 93 trilhões de litros de água são captados todos os anos para atender ao uso humano. Quase metade desse volume é destinado à irrigação agrícola. O uso urbano da água consome 24% da água captada no país, enquanto o setor industrial utiliza quase 10% desse recurso.

 

 

 

Veja também