‘Eu peço justiça’, diz irmã de engenheiro morto enquanto trabalhava

8/03/2023 | Centro-Oeste

Leandro Pereira foi morto enquanto trabalhava em uma obra no Centro – Foto Redes sociais

 

 

“Eu peço justiça”, desabafou Lidiane Pereira, irmão do engenheiro Leandro Pereira, morto a tiros enquanto trabalhava em uma obra no Centro de Divinópolis, na terça-feira 07/3. O corpo de Leandro é velado nesta quarta 08/3, no salão da Igreja Assembleia de Deus, no Bairro Catalão. O sepultamento será a tarde no Cemitério da Paz, no Centro.

 

Lidiane também pediu que o assassino se entregue à polícia.

 

“Você foi cruel. Mas Deus pode ainda sim mudar a sua vida, se apresente por favor. Eu peço justiça”, declarou Lidiane.

 

Morto no trabalho

 

 

De acordo com a Polícia Militar (PM), o autor do crime chegou em uma moto e disparou contra Leandro. Após o crime, o autor fugiu e ainda não foi localizado. A motivação do crime é desconhecida.

 

A a PM informou que foi deflagrada uma operação para identificar e prender o autor dos tiros do crime.

 

“Estamos com nosso efetivo empenhado nas ruas para localizar e prender o suspeito”, disse o tenente Rodolfo Andrade.

 

Em nota, a Polícia Civil de Minas Gerais informou que, assim que acionada, deslocou a perícia até o local para identificar e coletar vestígios que possam colaborar na investigação.

 

“Um inquérito policial foi instaurado para apurar as circunstâncias e motivação do crime. Mais informações serão repassadas oportunamente”, informou a Polícia Civil.

 

Notas

 

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Minas Gerais (Crea-MG) emitiu uma nota de repúdio.

 

“O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Minas Gerais (Crea-MG) lamenta profundamente o episódio violento ocorrido na manhã desta terça-feira, 07/03, em Divinópolis, na região Centro-Oeste do estado, onde o engenheiro civil Leandro Pereira, de 31 anos, foi baleado diversas vezes em seu local de trabalho e acabou falecendo.

 

Nesse momento de profunda dor, choque e indignação, o Conselho manifesta os sentimentos de pesar e se solidariza com a família enlutada.

 

O Crea-MG repudia veementemente qualquer tipo de violência e defende que os profissionais do Sistema Confea/Crea e Mútua possam exercer suas atividades de forma segura e livre de ameaças.”

 

O Grupo ABC também divulgou nota de pesar

 

“É com pesar que o Grupo ABC lamenta o episódio violento ocorrido na manhã desta terça-feira, 7 de março de 2023, que levou ao falecimento de nosso funcionário Leandro Pereira.

 

A Polícia Militar foi imediatamente acionada para o registro da ocorrência e as investigações ficarão a cargo da Polícia Civil.

 

Repudiamos todo tipo de violência, e neste momento de dor, manifestamos nossos sinceros sentimentos de pesar e solidariedade à família.”

 

Por G1 

 

 

 

 

 

 

 

 

Veja também