Ex-vereador é preso com 3,8 toneladas de maconha

14/12/2023 | Minas Gerais

Toneladas de maconha estavam em meio à carga de aveia – Foto Divulgação/PRF

 

 

O ex-vereador de Araguari no Triangulo Mineiro, Jander Souza Patrocínio foi preso com quase 4 toneladas de maconha pela Polícia Rodoviária Federal, nessa quarta-feira 13/12, no Mato Grosso do Sul. Com ele, os policiais ainda apreenderam armas e munição.

 

O flagrante aconteceu na rodovia BR-163, em Naviraí (MS). Os policiais abordaram a carreta, onde o ex-vereador estava e que tinha placas de Coronel Sapucaia (MS). Ela transportava aveia a granel, mas a quantidade de grãos vazando do reboque chamou a atenção da PRF.

 

Bastou levantar a lona para a polícia encontrar os fardos de drogas e um fuzil com os carregadores e as munições. Eram 3,8 toneladas de maconha e outros 15,7 quilos de skunk.

 

Com o flagrante, Jander Patrocínio informou que havia carregado a aveia em Antônio João (MS) ainda na terça-feira (12/12) e, durante a noite, pegou a droga e a arma em uma mata na zona rural de Aral Moreira (MS).

 

Ele não seria o dono das cargas, somente o transportador, serviço pelo qual receberia R$ 20 mil para entregar a droga e o fuzil com munições em Maringá (PR).

 

O ex-vereador de Araguari foi levado para a Polícia Civil e autuado em flagrante por tráfico de drogas e posse de arma de fogo de uso restrito.

 

O vereador

 

Jander Souza Patrocínio mora em atualmente em Coronel Sapucaia, também no Mato Grosso do Sul. Mas teve mandato entre os anos de 2017 e 2020 em Araguari, no Triângulo Mineiro. Ele foi eleito pelo PSB, com 1.180 votos.

 

Ele não conseguiu se reeleger e ainda é investigado pelo Ministério Público de Minas Gerais por nepotismo. A acusação é de que sua esposa ocupou cargos na Câmara de Araguari durante o mandato de Jander.

 

*Com informações do Uai 

 

 

Veja também