Governo Federal reforça socorro a atingidos por enchentes na BA

30/12/2021 | Brasil

 

Envio de médicos, medidas para a proteção de crianças e recursos foram anunciados – Foto Governo Federal

 

 

Após sobrevoarem áreas atingidas por fortes chuvas no sul da Bahia, ministros anunciaram medidas adicionais para atender às necessidades da população do estado. São ações como o envio de médicos, medidas para a proteção de crianças e recursos para a área da saúde e a reconstrução de rodovias federais.

 

O Ministério da Saúde editou portaria no valor de R$ 12 milhões para a área afetada pela enchente. Para a Bahia são mais de R$ 7 milhões.

 

“Esse dinheiro já foi repassado fundo a fundo, do Fundo Nacional de Saúde para os fundos municipais de saúde”, afirmou o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, em entrevista coletiva após o sobrevoo.

 

O Ministério da Saúde também irá destinar médicos da Força Nacional do SUS, que são emergencistas, para a região, de acordo com o ministro. E, a partir do começo do próximo ano, médicos para reforçar o atendimento da atenção primária à saúde. “Traremos cerca de 90 médicos que integram o programa de médicos na atenção primária”, detalhou Marcelo Queiroga.

 

Outra medida do ministério será o reforço de vacinas para a cobertura da gripe, com o envio de mais 100 mil unidades. Além de envio de vacina para hepatite e a disponibilização de assistência para acidentes com animais peçonhentos. Ainda foram encaminhados para a região mais de uma tonelada de insumos de saúde.

 

Em meio a tantas famílias desalojadas e desabrigadas, as crianças terão medidas de proteção reforçadas. O Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, em ação conjunta com Polícia Rodoviária Federal, fará um mutirão em prol da garantia dos direitos dessa parcela da população.

 

“Em parceria com a Polícia Rodoviária Federal vamos trabalhar a questão da prevenção do desaparecimento de crianças, a prevenção de crianças circularem sozinhas e estarem sem documentos”, disse a ministra da Pasta, Damares Alves.

 

O Disque 100 é a porta de entrada para a atuação do ministério em toda a região prejudicada pelas enchentes.

 

Um crédito extraordinário de R$ 200 milhões foi destinado pelo Governo Federal para a reconstrução de rodovias federais danificadas pelas chuvas intensas que atingem algumas regiões do país. Os recursos vão para a Bahia, Minas Gerais, São Paulo, Pará e Amazonas. O crédito está previsto em medida provisória publicada no Diário Oficial da União de terça-feira (28).

 

O secretário-executivo do Ministério da Infraestrutura, Marcelo Sampaio, detalhou a aplicação do recurso na Bahia. “Vamos ter o recurso necessário para revisitar os aterros que tivemos muito deles submersos por dias e isso gera um risco grande. A questão de deslizamento nas encostas, a construção, de curto prazo, de desvios para manter o fluxo normal, na medida do possível”, disse Marcelo Sampaio ao participar de entrevista coletiva em Ilhéus.

 

Ele ressaltou que os esforços são para prover a população da Bahia de infraestrutura e segurança. “Estamos trabalhando firme com a orientação do nosso ministro Tarcísio [Tarcísio Gome de Freitas, ministro da Infraestrutura] para manter a mobilidade, o acesso e o direito de ir e vir da população. Isso é extremamente importante para que a própria Defesa Civil possa fazer o trabalho de chegar aos principais pontos onde temos a população em situação de risco”, afirmou.

 

Desde o início das fortes chuvas no sul da Bahia e no norte de Minas Gerais, o Governo Federal instituiu uma força-tarefa formada pelos ministérios do Desenvolvimento Regional; da Cidadania; da Defesa; da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos; da Saúde; da Casa Civil da Presidência da República; pelo Pátria Voluntária; pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel); pelo Departamento Nacional de Infraestrutura e Transporte (DNIT); e pela Polícia Rodoviária Federal (PRF).

 

 

 

 

Veja também