Hospital Manoel Gonçalves recebe nova remessa de medicamentos do ‘Kit intubação’

24/06/2021 | Centro-Oeste, Saúde

Oito cidades do Centro-Oeste vão receber a nova remessa dos medicamentos – Foto: Divulgação/ Fábio Marchetto

 

 

Oito cidades do Centro-Oeste vão receber a nova remessa dos medicamentos que fazem parte do “Kit Intubação”. A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) começou nesta semana uma nova distribuição de sedativos para hospitais com níveis de disponibilidade de medicamentos considerados críticos.

 

Nesta nova remessa vão receber os medicamentos Dores do Indaiá, Itaúna, Nova Serrana, Formiga, Pará de Minas, Perdigão, São Sebastião do Oeste e Santo Antônio do Amparo. Os insumos são suficientes para cobertura de até cinco dias.

 

Semanalmente, o Estado tem disponibilizado os medicamentos de acordo com monitoramento de estoques periódico. Os itens são essenciais para a sedação dos pacientes em tratamento da covid-19.

 

Ao todo, 11.600 unidades de remédios que integram o “kit intubação” foram encaminhados para 99 unidades hospitalares, em 82 municípios.

 

“Os critérios para a distribuição de cada item foram pactuados com o Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Minas Gerais (Cosems)”, explicou o diretor de Medicamentos Básicos da SES-MG, Jans Bastos Izidoro.

 

Os municípios irão receber os medicamentos propofol e dexmedetomidina:

Cidade Hospital Quantidade (Unidades)
Dores do Indaiá Fundação Hospitalar São Vicente de Paula 10 Propofol (embalagens com dez medicamentos)
Itaúna Casa de Caridade Manoel Gonçalves Moreira 200 Propofol (embalagens com dez medicamentos) +50 ampolas de Dexmedetomidina
Formiga Hospital Campanha Covid-19 20 Propofol (embalagens com dez medicamentos) + 20 ampolas de Dexmedetomidina
Nova Serrana Fundação hospitalar São Vicente de Paula 110 Propofol (embalagens com dez medicamentos) + 30 ampolas de Dexmedetomidina
Pará de Minas Hospital Municipal Padre Libério 40 Propofol (embalagens com dez medicamentos)
Perdigão Pronto Atendimento Municipal 10 Propofol (embalagens com dez medicamentos)
São Sebastião do Oeste Pronto Atendimento Lúcio Mendes Guimarães 10 Propofol (embalagens com dez medicamentos)
Santo Antônio do Amparo Hospital Regional São Sebastião 10 Propofol (embalagens com dez medicamentos)

Fonte: Ses-MG

De acordo com o diretor, apesar de crítica, a situação dos kit intubação nos hospitais do Estado está estável.

“Continuamos em alerta e diante da escassez no mercado de medicamentos, a SES-MG tem buscado aproveitar oportunidades de mercado para que não ocorra falta de sedativos em Minas Gerais”, afirmou.

Monitoramento

 

A SES-MG, juntamente com o Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Minas Gerais (Cosems-MG), faz o levantamento periódico dos quantitativos dos prestadores e fornecedores de medicamentos e insumos das unidades hospitalares.

 

Também é monitorado o abastecimento de fármacos nas redes públicas e privadas de assistência médico-hospitalar, que devem informar regularmente à SES-MG sobre estoques disponíveis de medicamentos e insumos.

 

O procedimento é feito a partir da autodeclaração e preenchimento de formulário. Assim que cada remessa chega ao estado, o resultado do monitoramento semanal é analisado para distribuição aos hospitais em situação mais crítica e conforme disponibilidade do estoque. A sugestão de distribuição é validada junto a uma comissão da SES-MG e do Cosems-MG.

 

Por G1

Veja também