Indústria farmacêutica investirá R$ 70 milhões em Carmo do Cajuru

19/09/2021 | Centro-Oeste

A MRJ ficará no Centro Industrial III em uma área de 12 mil metros quadrados – Foto: Divulgação/ Prefeitura de Carmo do Cajuru

 

A MRJ Farma – indústria farmacêutica – investirá R$ 70 milhões na instalação da linha de produção em Carmo do Cajuru, no Centro-Oeste de Minas. Após sete meses de negociações, o anúncio foi feito nessa quarta-feira (8/9) pelo prefeito Edson Vilela (PSB).

 

Será a segunda fábrica da empresa no mundo e deverá gerar cerca de 150 empregos diretos e indiretos. A primeira planta fica nos Estados Unidos, de onde os produtos são exportados a 21 países.

 

No Brasil, a produção está em Betim, na região metropolitana, funcionando em uma linha terceirizada. “O Brasil é o único país fora dos Estados Unidos que tem produção local”, informou o CEO Junior Ribeiro.

 

A partir de Carmo do Cajuru, a empresa pretende estender a distribuição a toda a América Latina.

 

A localização estratégica foi um dos pontos que atraiu os investidores até ao município de pouco mais de 22,9 mil habitantes. “É estrategicamente bem posicionada para que o produto seja distribuído nacionalmente”, frisou o CEO.

 

A proximidade com a Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ), localizada em Divinópolis, a 15 km, foi outro atrativo, com possibilidade de desenvolver novos produtos. A mão de obra qualificada é citada como outro fator.

 

Instalação

 

A empresa ficará no Centro Industrial III em uma área de 12 mil metros quadrados. “O município não fez cessão de nenhum metro quadrado para eles”, informou o prefeito. O terreno foi doado pelos proprietários a partir de mobilização de Vilela.

 

A previsão é de a instalação começar ainda este ano a partir da liberação de alvarás da Vigilância Sanitária. Também será iniciado o processo para obtenção das licenças ambientais necessárias. Hoje, todas as etapas são realizadas dentro do município.

 

“Esses marcos regulatórios que nós temos, dando segurança para o investidor, foi um dos atrativos que oferecemos à empresa”, citou o prefeito.

 

Vilela se reunirá com o governador Romeu Zema (Novo) no dia 22 de setembro para detalhar o projeto que já é de conhecimento do Estado. Também vão participar o secretário de Governo, Igor Etto, o chefe de gabinete da Secretaria Geral, Luiz Otávio de Oliveira Gonçalves, o deputado federal Domingos Sávio (PSDB) e o deputado estadual Gustavo Mitre (PSC).

 

A empresa deverá iniciar a produção em 36 meses, pois o processo de homologação da fábrica passa por várias etapas de validação junto a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

 

A empresa

 

A MRJ Farma tem sua sede administrativa em Brasília, com distribuidoras em vários estados brasileiros. Hoje, seu faturamento anual passa de R$ 200 milhões. Entre os produtos fabricados está o Colic Calm – um medicamento para alívio de cólicas em bebês.

 

 

 

 

Por Estado de Minas

Veja também