Israel: 2 brasileiros morreram no ataque do Hamas em rave

10/10/2023 | Brasil, Mundo

Brasileiros mortos no ataque do Hamas- Foto Redes Sociais

 

 

O funeral da brasileira Bruna Valeanu, que morreu em um ataque do Hamas em uma rave, reuniu centenas de pessoas nesta terça-feira (10), em Petah Tikva, em Israel.

 

A estudante estava na festa rave Universo Paralello com amigos quando terroristas do Hamas realizaram um ataque que já é considerado o pior contra Israel das últimas décadas.

 

Mais cedo, já havia sido confirmada a morte de Ranani Nidejelski Glazer, que estava na mesma rave. Ainda há uma brasileira desaparecida nos conflitos: Karla Stelzer Mendes.

 

“Isso é muito comum em Israel, tragicamente. Quando poucas pessoas são esperadas para um funeral, estranhos são chamados para ir e eles ficam muito cheios. Isso é uma coisa muito especial em Israel: uma solidariedade social e um senso de responsabilidade mútua. É algo emocionante que brota nas circunstâncias mais tenebrosas”, disse Levy.

 

O funeral foi anunciado pela irmã da vítima, Florica Valeanu, em uma rede social, e aconteceu às 15h30 (horário de Brasília).

 

“Te amo pra sempre Bruna! Além da matéria. Você é nossa neném ‘forever'”, escreveu a irmã na publicação em que divulga informações sobre o enterro.

 

O DJ Juarez Petrillo, pai dos DJs Alok e Bhaskar, filmou o momento em que o festival foi interrompido. De acordo com o jornal “The Times of Israel”, ao menos 260 corpos foram encontrados no local.

 

Outra brasileira desaparecida

 

Karla Stelzer Mendes — Foto: Reprodução

 

 

 

Karla Stelzer Mendes, carioca de nascimento e com cidadania israelense, também estava na Universo Paralello. Ela mora no país com o namorado, com quem se relaciona há seis anos, e tem um filho de 19 anos, que faz parte do Exército local.

 

As últimas mensagens enviadas para a família foram na manhã de sábado (7), no começo do ataque terrorista do Hamas. O namorado de Karla também está desaparecido.

 

“Está muito difícil, tudo. Mas a gente tem fé que a Karla está viva e a gente vai encontrá-la”, disse Patrícia Hallak, amiga de Karla.

 

*Com informações do G1 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Veja também