NO AR AGORA

Rádio Santana FM

Itaúna, 30 de julho de 2021

 

No fim de semana foram confirmadas cinco mortes na cidade – Foto Reprodução

 

 

Com mais dois óbitos confirmados, Itaúna chegou a triste marca de 100 mortes por Covid-19 nesta terça-feira 30/03.

 

De acordo com a prefeitura, juntamente com o hospital Manoel Gonçalves os novos registros são referentes a um óbito ocorrido nesta segunda-feira, 29/03, quando faleceu um paciente do sexo masculino de 53 anos com doenças crônicas. E nesta terça-feira,30/03, foi registrado o centésimo óbito, outro homem de 40 anos, sem histórico de doenças crônicas prévias.

 

No fim de semana foram confirmadas cinco mortes

 

Paciente do sexo feminino, 65 anos, com histórico de doenças crônicas prévias ocorrida domingo dia 28/03, com testagem positiva para o novo Coronavírus.

 

Dois pacientes morreram sábado, dia 27/03, com testagem positiva para o novo Coronavírus: sexo feminino, 77 anos, sem histórico de doenças crônicas prévias e; paciente do sexo masculino, 34 anos, também sem histórico de doenças crônicas prévias.

 

Também no sábado, 27/03, faleceram com testagem positiva paciente do sexo feminino, 78 anos, com histórico de doenças crônicas prévias e   outra senhora de 88 anos, sem histórico de doenças crônicas prévias.

 

Itaúna é o segundo município atingir 100 mortes

 

O município de Itaúna é o segundo da Regional de Saúde Centro-Oeste de Minas a registrar a marca negativa. Divinópolis foi a primeira, e com a confirmação de mais seis óbitos, a cidade alcançou a marca de 200 pessoas que perderam a vida para a Covid-19.

 

Na última semana, a Prefeitura divulgou 18 mortes em cinco dias. A ocupação no Hospital de Campanha, instalado na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), está em 375%.

 

 

COVID-19 em Itaúna

 

O município também é o segundo em número de casos confirmados do coronavírus na região, com 6.673 pessoas infectadas desde o inicio da pandemia, sendo 111 positivos só último fim de semana. Ficando atrás de Divinópolis que soma nesta segunda-feira 29/03, um total de 8.606 casos confirmados de Covid-19.

 

Itaúna tem 24 pacientes internados, com testagem positiva para a doença e 415 itaunenses estão positivos em tratamento ou acompanhamento.

 

Na atualização desta segunda consta que Divinópolis tem 283 pacientes internados na rede hospitalar do município.

 

O que diz a Prefeitura

 

A Organização Mundial de Saúde (OMS) reconheceu oficialmente em 11 de março de 2020 a pandemia (termo associado ao momento em que uma doença se espalha por diversos continentes e com transmissão comprovada entre pessoas) mundial do novo Coronavírus.

 

Os casos extrapolaram os limites de Wuhan (China), epicentro da doença, espalhando-se ao redor do mundo em poucas semanas. Nenhum país à época estava preparado para lidar com algo tão desconhecido e assustador. O primeiro caso confirmado e a primeira morte por Covid-19 no Brasil foram em fevereiro e março de 2020, respectivamente.

 

Com relação à Itaúna, o primeiro caso da Covid-19 foi confirmado em 14/04/20 e tratava-se de paciente hospitalizado e que tinha apresentado início dos sintomas cinco dias antes da internação. A primeira morte com testagem positiva para Covid-19 aconteceu em 04/07/20 e tratava-se de paciente do sexo masculino e com 68 anos de idade.

 

Até a manhã desta terça-feira, 30/03/21, a cidade contabiliza 6.673 casos positivos da doença e alcançou a triste marca de 100 óbitos de pacientes com testagem positiva para o Coronavírus. Desde o início da pandemia, medidas foram tomadas pela Prefeitura no intuito de combater a pandemia, destacando-se:

 

– Implantação do Comitê de Enfrentamento e Prevenção ao COVID-19;
– Capacitação dos profissionais da Rede de Saúde;
– Adequação dos atendimentos ao público com o intuito de evitar a aglomeração de pessoas;
– Intensificação das fiscalizações, inclusive com apoio da Polícia Militar, visando o atendimento às normas sanitárias e às medidas de combate à proliferação da doença;
– Educação em Saúde nas mídias sociais com o objetivo de conscientização da população quanto aos sintomas e riscos da doença e as formas de evitá-la.

 

Itaúna recebe desde o ano passado recursos estadual e federal para aquisição de insumos usados no atendimento à pacientes infectados. Quanto ao Hospital Manoel Gonçalves de Souza Moreira, a Prefeitura realizou repasses financeiros próprios e vinculados (Estado e União) para manutenção das atividades de socorro aos acometidos pela COVID-19 e também doou EPI’s aos profissionais envolvidos no enfrentamento da pandemia.

 

Atualmente, a rede municipal de saúde conta com 23 unidades Estratégia de Saúde da Família (ESF’s) e atendimentos no Centro de Especialidades Médicas e Odontológicas (CEMO) Dr. Ovídio Nogueira, sendo toda a equipe devidamente capacitada para atendimento dos pacientes com suspeita / confirmação do novo Coronavírus.

 

O crescimento nos números de notificações, casos positivos e mortes ocorreu em âmbito nacional e até mundial. A diminuição deste quadro depende exclusivamente da consciência e empatia das pessoas em continuar com todas as medidas sanitárias e de segurança, como uso obrigatório de máscara, higienização sobretudo das mãos com álcool gel, distanciamento e isolamento social. A vacinação no país ocorre conforme cronograma e critérios definidos pelos Governo Federal e Estadual. Em Itaúna, dados do último vacinômetro (26/03/21) mostram que 4391 pessoas já receberam a primeira dose da vacina e 2003 já tomaram as duas doses da imunização.

 

 

Mais uma morte por complicações com a Covid; 5 nesse fim de semana