Itaúna registra mais de 40 casos de Covid e Brasil quase 100 mil em 1 dia

13/01/2022 | Itaúna

 

Só nos primeiros 13 dias do ano 666 itaunenses contraíram a infecção – Foto Arquivo Agencia Brasil

 

 

Itaúna confirmou nesta quinta-feira 13/01, mais 48 casos positivos de Covid-19, aumentando para 12.782 confirmações desde março de 2020. Só nos primeiros 13 dias do ano 666 itaunenses contraíram a infecção.

 

Desde o inicio do ano a prefeitura não divulga o total de casos ativos. Agora é disponibilizado a média móvel dos últimos 7 dias. Na atualização desta quinta, a media esta na casa de 53,28 casos por dia.

 

Novo óbito é confirmado

 

Itaúna voltou a registrar mortes causadas pelo novo Coronavírus nesta quinta-feira,13/01, após uma semana sem novas confirmações.

 

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, junto ao Hospital Manoel Gonçalves, o paciente é um homem, de 59 anos, que tinha comorbidades.

 

A Covid-19 já vitimou 287 pessoas desde o começo da pandemia na cidade. O  falecimento mais recente, o primeiro de 2022, foi de um homem de 33 anos, que tinha comorbidades e morreu no dia 05/01.

 

Boletim Hospital Manoel Gonçalves 

 

Atualização do hospital informa 5 pacientes internados, sendo dois pacientes de Itaúna no CTI Covid e três na ala de enfermaria, dois de Itaúna e um da microregião. Além de Itaúna o Manoel Gonçalves atende pessoas de Itatiaiuçu, Itaguara e Piracema.

 

 

Vacinação Pfizer e doses de reforço nesta sexta 14/1

 

A vacinação será nesta sexta-feira dia 14/01, de 8h as 10h – Foto Ascom Sesau / Carla Cleto

 

 

Pessoas que ainda não tomaram a 1a dose; que precisam tomar a 2a dose da Pfizer (intervalo de 21 dias entre D1 e D2) ou aqueles que precisam tomar dose de reforço de qualquer vacina (respeitando intervalo de 4 meses entre a D2 e o reforço) devem ficar atentos.

 

A vacinação será nesta sexta-feira dia 14/01, de 8h as 10h, no estacionamento da Avacci, ao lado do Centro de Especialidades Médicas Dr. Ovídio Nogueira, no Bairro São Geraldo. Sendo disponibilizadas 1.056 doses.

 

Não será preciso realizar cadastro prévio. É obrigatória apresentação de documento de identificação para qualquer dose e também a apresentação de cartão de vacinas para tomar 2a dose ou dose de reforço.

 

 

Importância da vacina

 

Nenhuma vacina oferece proteção de 100% contra doenças, mas todas reduzem o risco de infecção, hospitalização e morte, principalmente depois da segunda dose.

 

É importante lembrar que vacinas funcionam, mas não são infalíveis. Ainda assim, apesar de a probabilidade de infecção após a vacina ser pequena, quanto mais a doença estiver circulando, maior é o risco de o imunizante falhar. Por isso a necessidade de vacinar o maior número de pessoas.

 

 

Brasil registra 97,2 mil novos casos de Covid em 1 dia

 

O país também registrou 190 mortes pela Covid-19 nas últimas 24 horas – Foto reprodução

 

 

O Brasil registrou nesta quinta-feira (13) 97.221 novos casos conhecidos de Covid-19 nas últimas 24 horas, chegando ao total de 22.815.827 diagnósticos confirmados desde o início da pandemia. Com isso, a média móvel de casos nos últimos 7 dias foi a 60.072 – a maior registrada desde 29 de junho do ano passado (quando estava em 65.070). Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de +634%, indicando tendência de alta nos casos da doença.

 

O país também registrou 190 mortes pela Covid-19 nas últimas 24 horas, totalizando 620.609 óbitos desde o início da pandemia. Com isso, a média móvel de mortes nos últimos 7 dias é de 126. Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de +29%, indicando tendência de alta nos óbitos decorrentes da doença.

 

Cinco estados não tiveram registro de morte nesta segunda: AC, AL, AP, RN e RR.

 

Os números estão no novo levantamento do consórcio de veículos de imprensa sobre a situação da pandemia de coronavírus no Brasil, consolidados às 20h. O balanço é feito a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde.

 

 

 

 

Veja também