NO AR AGORA

Rádio Santana FM

Itaúna, 20 de fevereiro de 2019

 

De acordo com informações da Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Itaúna, em 2019 já houveram três casos de pessoas picadas por escorpião em Itaúna. Segundo dados da Vigilância Ambiental, 63 pessoas foram vítimas de escorpiões no ano passado – 13 delas crianças, sem contar os casos de itaunenses que tiveram o azar de encontrar o bicho dentro de casa.

De acordo com dados da própria Prefeitura, uma fêmea de escorpião se reproduz quatro vezes ao ano e em cada ninhada, nascem vinte filhotes de uma só vez. A Vigilância Ambiental, órgão que integra a Secretaria Municipal de Saúde, continua em ação para combate aos escorpiões em todas as regiões de Itaúna.

As equipes estiveram mais uma vez no Cemitério Central, para a captura dos aracnídeos. De acordo com o balanço da operação, foram recolhidos cerca de 250 exemplares, já encaminhados à Fundação Ezequiel Dias – Funed – em Belo Horizonte. A instituição é especializada na pesquisa e produção de soro antiescorpiônico no Brasil. E, com a entrega dos escorpiões, a Funed disponibiliza o antídoto.

Escorpiões se alimentam de insetos, principalmente de baratas. Esses bichos podem sobreviver longos períodos sem comida e água, escondidos em lugares escuros e úmidos, atacam quando tocados ou comprimidos contra o corpo.

Em Minas Gerais há duas espécies que podem causar acidentes graves: o amarelo (Tityus serrulatus) e o marrom (Tityus bahiensis). As pessoas que moram perto dos cemitérios, principalmente, devem ficar sempre atentas e, em caso de picada, procurar a unidade de saúde mais próxima.

Os principais sintomas da picada são dor intensa no local, que se espalha por todo membro. Náuseas, vômitos e salivação, além de alterações cardíacas e circulatórias. Já a gravidade do acidente vai depender dos seguintes fatores: espécie do escorpião; idade da vítima (criança até 14 anos e idosos compreendem o grupo de maior risco); doença no coração e sensibilidade da vítima ao veneno do escorpião.

Vale ressaltar o cuidado que se deve ter ao calçar os sapatos, remover entulhos com as mãos desprotegidas, usar roupas e toalhas sem antes vistoriar, dormir em camas próximas à parede com roupas de cama encostadas ao chão. Manter quintais e jardins sempre limpos, camas e berços afastados, no mínimo, dez centímetros da parede são as principais recomendações. Também, não se deve pendurar roupas nas paredes. Limpar periodicamente ralos de banheiro, cozinha e caixas de gordura é essencial, assim como usar telas nas aberturas dos ralos, pias e tanques, além de eliminar possíveis materiais e buracos que possam servir de abrigo.

WordPress Appliance - Powered by TurnKey Linux