Jovem leva amigo morto para atendimento do Samu e foge

22/12/2021 | Polícia

Sede do Samu em Divinópolis – Foto Reprodução

 

 

Um jovem de 24 anos fugiu depois de deixar um amigo baleado na sede de atendimento do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) em Divinópolis, nessa terça-feira (21). De acordo com o médico plantonista ouvido pelos policiais, a vítima, de 29 anos, já chegou sem vida ao atendimento.

 

Quando o homem foi deixado no Samu, os médicos constataram uma perfuração no lado esquerdo do abdômen causada por um disparo de arma de fogo. A vítima utilizava tornozeleira eletrônica, o que possibilitou a identificação por parte do serviço de inteligência da polícia. O homem tem o apelido de “Magoma” e já é conhecido dos policiais por envolvimento em tráfico de drogas e homicídios na região.

 

Segundo a ocorrência, Magoma foi deixado no Samu por um Fiat Palio preto, que tinha uma moto dando a cobertura. Após diligências, os militares identificaram o motorista do carro como “Boquinha”, que relatou aos policiais que ele e o amigo foram vítimas de uma emboscada. Pelo depoimento do motorista, ele e Magoma transitavam pelo bairro Belvedere para buscarem três mulheres que já conheciam. Em determinado momento, na rua Caracas, um carro modelo Gol antigo parou do lado do veículo deles e os ocupantes dispararam quatro vezes antes de fugir.

 

Ao perceber que estava “seguro” e o amigo atingido, Boquinha disse aos militares que não viu outra saída a não ser levar o colega para ser atendido e que fugiu do local de socorro com medo de represálias. Segundo uma das jovens que estavam no carro, entretanto, o motorista ainda deu andando de carro por alguns quarteirões com as demais passageiras e o colega ferido, momento em que elas pediram para ele parar porque queriam descer e irem embora.

 

Até o momento, ninguém foi preso e a autoria do crime não foi identificada.

 

Por O Tempo

Veja também