Ladrões obrigam idoso a transferir mais de R$ 2 mil por PIX

17/01/2024 | Polícia

Outras duas pessoas também foram detidas, sendo que uma delas é a mãe  – Foto Reprodução Sistema MPA

 

 

Ladrões renderam e obrigaram um idoso de 61 anos a fazer transações via PIX de mais de R$ 2 mil em Divinópolis, nesta terça-feira 16/1

 

Em ação rápida, a Polícia Militar localizou e deteve os suspeitos do crime. Em entrevista à TV Integração, o idoso, que preferiu não ser identificado, contou que foi abordado por dois indivíduos na Praça Candidés, no Bairro Niterói, na manhã de terça-feira 17/1.

 

“Falaram comigo que eu estava devendo uma droga de uma suposta relação com uma mulher. E eu falei que não sou de Divinópolis, sou de outra cidade e que eles estavam me confundido. Mas, eles falaram comigo que não estavam me confundido e que queriam R$ 50 pela droga. Falei que não tinha dinheiro, apenas cartão e o celular”, contou.

 

Ao perceber a ação, o idoso tentou correr, mas foi contido pela dupla, que o levou para a margem do Rio Itapecerica. No local, ele foi obrigado a fazer quatro transações, via PIX, que totalizaram R$ 2.400.

 

“Não pensei duas vezes e sai correndo. Mas, eles correram atrás de mim. Eu fui até a Magalhães Pinto com a Rua Itapecerica, mas meu óculos caiu, eu tropecei e caí. Bati o rosto no chão e um dos ladrões já veio e me deu um golpe de “mata-leão” , me levando para um local mais ermo e me obrigou a fazer o PIX”, disse a vítima.

 

Ainda segundo a vítima, os criminosos ainda ligaram para uma terceira pessoa para perguntar se o PIX havia entrado na conta. Mas, essa pessoa alegou que não estava conseguindo verificar e os criminosos então obrigaram o idoso a fazer novas transferências.

 

Após fazer quatro transferências via PIX, o idoso foi liberado pelos ladrões e teve o celular jogado em um córrego, para que não o aparelho não fosse rastreado.

 

O idoso conseguiu retornar à praça, pediu ajuda e acionou a PM. De imediato, os militares conduziram a vítima até uma agência bancária, onde, com base em informações coletadas, conseguiram identificar a destinatária das transferências.

 

Suspeitos detidos

 

A PM fez o rastreamento e conseguiu localizar os suspeitos do assalto, sendo um de 26 anos e outro de 37 anos.

 

Outras duas pessoas também foram detidas, sendo que uma delas é a mãe de um dos suspeitos e recebeu o PIX na conta.

 

Os quatro foram levados à Delegacia de Polícia Civil.

 

*Com informações G1  

 

 

Veja também