Lago de Furnas atinge mais de 74{4f38b4b7d8b4b299132941acfb1d57d271347fbd28c4ac4a2917fcb5fee07f0b} do volume de água e supera cota mínima

1/04/2016 | Minas Gerais

situação lago furnas

 

 

 

 

 

O cenário visto do Lago de Furnas este ano é bem diferente de 2015. O volume de água aumenta a cada dia e, hoje, o reservatório de Furnas já está com 74,75{4f38b4b7d8b4b299132941acfb1d57d271347fbd28c4ac4a2917fcb5fee07f0b} de sua capacidade, conforme dados do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS).

Diversos fatores têm contribuído para a volta do Lago de Furnas, como as chuvas que caíram nos últimos meses e a normalização do abastecimento de água em Minas Gerais e outros estados, uma vez que a falta de água estava impactando e sobrecarregando a represa de Furnas.

As consequências desse aumento no volume de água são visíveis, com reflexos na economia, no turismo, na navegação e em diversos aspectos. Segundo o supervisor de Turismo da Prefeitura de Formiga, João Evangelista de Assis Chagas, essa situação tem trazido diversas melhorias e alguns projetos estão em andamento para fomentar ainda mais a atividade turística na região.

“Vejo com entusiasmo a volta do lago, que já está impactando positivamente o turismo e a economia do município. O setor imobiliário já contabiliza resultados positivos, porque compradores que postergavam compra, por medo de a água não voltar, já estão fechando negócios. A navegação que, mesmo com a baixa, estava operando, melhorou significativamente”.

O presidente do Clube Náutico Formiguense, situado no Balneário Furnastur, também valoriza a volta do Lago de Furnas para o aumento do turismo na região.

“É crescente o número de turistas com a volta do Lago de Furnas a sua capacidade normal. Apesar de termos desenvolvido ao longo dos anos atividades e eventos paralelos ao Lago, o que reduziu em partes os impactos econômicos da seca, é inegável que a volta da água traz não somente um impacto visual, mas também um enorme impacto econômico. Mesmo na crise financeira que nosso país vem vivendo nossas perspectivas são as melhores e estamos muito animados com isso”.

Com o Lago de Furnas em sua capacidade normal, os turistas se tornam mais assíduos, as casas na região do balneário e condomínios são mais frequentadas, os clubes náuticos ficam mais movimentados, aquece o comércio local em diversos segmentos e a navegação torna-se uma atividade constante.

Segundo o Histórico do Volume Útil dos Principais Reservatórios do ONS, em janeiro do ano passado, os dados registrados eram de 9,46{4f38b4b7d8b4b299132941acfb1d57d271347fbd28c4ac4a2917fcb5fee07f0b}; em janeiro deste ano saltou para 50,20{4f38b4b7d8b4b299132941acfb1d57d271347fbd28c4ac4a2917fcb5fee07f0b}, um aumento de 430,66{4f38b4b7d8b4b299132941acfb1d57d271347fbd28c4ac4a2917fcb5fee07f0b}. Em fevereiro de 2015, eram 12,86{4f38b4b7d8b4b299132941acfb1d57d271347fbd28c4ac4a2917fcb5fee07f0b} e, em fevereiro de 2016, subiu para 62,12{4f38b4b7d8b4b299132941acfb1d57d271347fbd28c4ac4a2917fcb5fee07f0b}, um aumento de 383,05{4f38b4b7d8b4b299132941acfb1d57d271347fbd28c4ac4a2917fcb5fee07f0b}. O mês de março do ano passado fechou com 21,64{4f38b4b7d8b4b299132941acfb1d57d271347fbd28c4ac4a2917fcb5fee07f0b}, março deste ano ainda não está fechado, mas, pela proporção, o aumento também será bastante considerável.

De acordo com o Boletim Semanal da Operação, na seção que mostra a Situação dos Principais Reservatórios de Acumulação, Furnas registrou, no período de 19 a 25 de março, 764,49 metros, ou seja, 72,73{4f38b4b7d8b4b299132941acfb1d57d271347fbd28c4ac4a2917fcb5fee07f0b} de volume útil. Já na última quarta-feira, dia 30, o reservatório chegou a 764,77 metros, o que representa 74,75{4f38b4b7d8b4b299132941acfb1d57d271347fbd28c4ac4a2917fcb5fee07f0b} de volume útil. O Lago de Furnas já superou a cota mínima que é de 762 metros, nível mínimo para que as atividades econômicas ligadas ao lago não sofram prejuízos. O nível de água é superior a cinco vezes em comparação com 2015.

Veja também