Lula: um mês no xilindró

Foto: Internet/Muitas são as lições podem ser apreendidas dessa prisão.

Prof. Luiz Mascarenhas*

*Bacharel em Direito/Licenciado em História pela Universidade de Itaúna
 Historiador/Escritor/Membro Fundador da Academia Itaunense de Letras
Autor de “Crônicas Barranqueiras” e coautor de “Essências” e “Olhares Múltiplos”
Diretor da E.E. “Prof. Gilka Drumond de Faria”
Cidadão Honorário de Itaúna

Luiz Inácio Lula da Silva, ex-presidente da República Federativa do Brasil, de 2003 a 2011, de 73 anos de idade, completou – no último dia 07 de maio – um mês na prisão. Não irei entrar no mérito da questão de sua prisão. Falta-me conhecimento jurídico mais apurado – apesar de ser bacharel em Direito – para analisar tecnicamente o caso; e quem sou eu para colocar em dúvida uma sentença expedida por um juiz federal e ainda com decisões da Suprema Corte que corroboram com a mesma. Longe de mim questionar os ilustrados Ministros do Supremo Tribunal Federal.

Contudo, muitas são as lições podem ser apreendidas dessa prisão. Em termos políticos – principalmente – tanto para a Direita, como para a Esquerda.

A corrupção não chegou ao fim por causa da prisão de Lula; ela continua firme e sorrateira e presente no cotidiano da cena brasileira, em maior ou menor escala e em todos os níveis e estruturas do Poder. Entretanto, outros processos começaram a ser movidos com uma maior celeridade. A Nação aguarda ansiosa o desenrolar da célebre “Operação Lava Jato”; se será mesmo aplicada a Justiça para todos ou apenas para alguns.

Lula foi preso e este acontecimento foi noticiado pela Imprensa do mundo inteiro.  Porém, sua prisão não gerou a tal “comoção nacional”, onde se anunciava uma “revolução” no país, com quebradeiras, badernas, invasões e etc. Não. Isso não se verificou. O Brasil não parou por causa da prisão de Lula. O cidadão comum, continua vivendo a sua rotina na normalidade e os botecos continuam cheios aos finais de semana. Nem a pelada do campinho de terra foi suspensa… O que se viu e se vê são os militantes de sempre, daqui e dali com seus brados de “Lula livre” e algumas ações revestidas de futilidade – como o carimbar de notas – e uma enxovalhada de fakes e montagens e notícias falsas espalhadas no mundo virtual. A Esquerda anunciou um “tsunami” e só se viu e se vê uma “marolinha”. Paradoxal. E o país segue o seu cotidiano: eu pensava mesmo que isso daria em algo a mais.

Agora restam as lições, que devem ser aprendidas por todos nós – brasileiros- seja que ideologia política adotemos, que antes de tudo, possamos pensar no nosso país, sem tantas paixões, mas com um olhar mais racional para um futuro mais justo.

E as eleições se aproximam e não querendo ser pessimista- mas na minha modesta e falível opinião- sabe o que irá acontecer? Nada! Absolutamente nada. A mesmice de sempre. Veremos o PT fazer alianças e conchavos com PSDB, MDB, PSOL, DEM e etc… E estes por sua vez, idem! Bastará observar cada estado da Federação. Em cada um, parcerias e acordos dos mais escusos e assustadores serão costurados para se chegar ao Poder. A velha troca de favores, o toma lá dá cá de séculos. Negociando cargos, secretarias e ministérios entre si. E nós – o povo – reles detalhe, no meio da velha maracutaia de sempre.

%d blogueiros gostam disto:
WordPress Appliance - Powered by TurnKey Linux