NO AR AGORA

Rádio Santana FM

Itaúna, 14 de junho de 2021

As orientações do Plano Nacional de Imunização (PNI) são de que as vacinas sejam administradas em idosos e forças de segurança, Armadas e de salvamento que atuam “na linha de frente da pandemia” Foto: John Cairns / University of Oxford / AFP

 

 

O Ministério da Saúde informou nesta quarta-feira (28) que a décima quinta remessa de doses da vacina contra Covid-19 será distribuída para Estados e o Distrito Federal a partir desta quinta-feira (29).

 

São 5,2 milhões de doses dos imunizantes, das quais 5,1 milhões são da AstraZeneca/Oxford, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), e 104,8 mil da CoronaVac, do Instituto Butantan. Em Minas Gerais, chegarão 578 mil doses da vacina de Oxford.

 

“Os dois imunizantes são produzidos no Brasil com matéria-prima importada. Todos os estados e o Distrito Federal vão receber as novas remessas em uma divisão proporcional e igualitária”, informa a pasta em nota à imprensa.

 

As orientações do Plano Nacional de Imunização (PNI) são de que as vacinas sejam administradas em idosos com idade entre 60 anos e 64 anos e forças de segurança, Armadas e de salvamento que atuam “na linha de frente da pandemia”, conforme o Ministério. Também serão enviadas doses para a inoculação de trabalhadores da saúde de Santa Catarina.

 

A expectativa é de que a cobertura vacinal para idosos na faixa etária determinada chegue a 77,4% com as novas aplicações, ante 28,4% registrada atualmente. Em relação às forças de segurança, o percentual deve avançar para 24,2%, partindo dos atuais 18,2%.

 

 

Por O Tempo