Minas tem um candidato indeferido e 34 renúncias

4/09/2022 | Minas Gerais

Em Minas são 2.549 registros de candidatura – Foto Abdias Pinheiro/ASCOM/TSE

 

 

Faltando 31 dias para as eleições em 2 de outubro, Minas Gerais tem apenas um postulante ao pleito que teve a candidatura indeferida pela Justiça eleitoral, além de outros 32 que abriram mão da disputa. Os dados são do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e teve a última atualização na manhã de quinta-feira (1º).

 

O único candidato indeferido é “Wanderley Filho do Benjamin”, de 55 anos, que tentava aparecer nas urnas pelo Patriota. O pedido de impugnação apresentado pelo Ministério Público Eleitoral (MPE) era baseado, justamente, pelo fato de o homem não ser filiado ao partido.

 

“Conforme se infere do Relatório de Requisitos para Registro, o requerido não se encontra devidamente filiado no Patriota. Não possui, portanto, a condição de elegibilidade, exigida pelo art.14,§3º, V, da Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Cumpre destacar que o ordenamento jurídico pátrio não admite o registro de candidatura avulsa. Assim, ausente condição de elegibilidade do requerido, o indeferimento do registro de candidatura é medida que se impõe”, alegou o MPE.

 

Ao julgar o caso,o juiz Cássio Fontenelle também entendeu que o candidato não cumpria o requisito de elegibilidade e indeferiu o registro.

 

No total das 35 candidaturas inaptas no momento em Minas Gerais, sete são do Patriota. Ou seja, um a cada cinco candidatos iniciais pela legenda não teve prosseguimento no registro de candidatura. Em segundo lugar vem o PSD, com seis candidaturas inaptas e, depois, o PMB com cinco.

 

Em Minas Gerais, segundo a Justiça eleitoral, são 2.549 registros de candidatura, o maior número do país. Atualmente, 2.457 aguardam julgamento e outras 57 foram deferidas.

 

 

 

Veja também