Morre cão da PM agredido durante ocorrência

18/12/2021 | Minas Gerais, Polícia

Foto Itatiaia

O cão Yno, de 4 anos, que fazia parte da Companhia Independente de Rondas Ostensivas com Cães (Rocca) da Polícia Militar, morreu na noite desta sexta-feira (17).

 

Ele estava internado em uma clínica veterinária da capital desde a última quinta-feira (16), após ser agredido durante uma ocorrência em que foi empenhado em Sarzedo, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

 

Yno foi encontrado com uma estaca de madeira de aproximadamente 50 centímetros na boca. Ele passou por uma cirurgia para a extração do objeto, mas sofreu uma grave infecção e uma parada respiratória.

 

A PM fez uma homenagem para o cão nas redes sociais. “Hoje, um anjo de quatro patas que esteve entre nós voltou para seu lugar. Nosso fiel amigo Yno, cão de captura, não resistiu aos ferimentos ocasionados por um infrator. Obrigado por todos os serviços prestados à sociedade mineira Yno”, escreveu a corporação.

Homenagem da Rocca a Yno nas redes sociais — Foto: TV Globo

A Rocca também publicou uma homenagem a Yno: “Hoje o dia amanheceu sem o brilho do sol para todos nós. Sem palavras para expressar tamanha perda que tivemos”.

Yno foi agredido durante uma ocorrência de sequestro de uma jovem de 18 anos. O suspeito, ex-namorado da vítima, fugiu para uma área de matagal. Segundo a PM, ao que tudo indica, o cachorro sentiu o faro do homem e entrou em luta corporal com ele.

O suspeito conseguiu escapar. Assim que o Yno foi encontrado, o helicóptero Pégasus foi acionado, e o animal, socorrido.

O cão de busca e captura estava na Rocca desde filhote.

Por G1

Veja também