Morre servidor da Prefeitura atacado por abelhas em Pará de Minas

17/10/2023 | Centro-Oeste

 

Servidor João Camilo de Oliveira Filho, de 55 anos, morreu no último domingo 15/10 – Foto Redes sociais

 

 

 

Minas Gerais registrou um aumento de mais de 80% nos ataques de abelhas nos primeiros meses deste ano. Em Pará de Minas, o servidor municipal João Camilo de Oliveira Filho, de 55 anos, morreu no último domingo 15/10, em decorrência do ataque de abelhas sofrido no dia 18 de setembro.

 

A Prefeitura de Pará de Minas lamentou o ocorrido e decretou luto de três dias. O secretário municipal de Meio Ambiente, José Hermano de Oliveira Franco falou do incidente que custou a vida do funcionário, que estava internado desde o dia 18 de setembro.

 

Na ocasião, o trabalhador realizava limpeza de trilhas e cuidava da área verde, junto a outros funcionários da Prefeitura, quando foi surpreendido com o enxame:

 

secretário municipal de Meio Ambiente, José Hermano de Oliveira – Foto Rádio Espacial

 

 

A área pertencia ao Instituto Estadual de Florestas (IEF) e o município tem até o ano de 2024 para estabelecer o parque. Além da vítima, outros cinco funcionários foram atacados pelo enxame e passam bem. A prefeitura decretou luto oficial de três dias pelo falecimento do servidor.

 

O corpo de João Camilo foi sepultado na tarde desta segunda-feira 16/10, no Cemitério Santo Antônio.

 

O secretário José Hermano ainda pontua o trabalho em equipe que vem sendo realizado no local dos fatos:

 

 

João era funcionário da Secretaria Municipal de Agronegócio, Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente há mais de cinco anos. Ele e outros servidores faziam a limpeza de um terreno no Parque da Serra do Cristo quando foram atacados pelas abelhas.

 

O grupo correu, mas João foi ferroado várias vezes e não conseguiu mais andar. Apenas ele teve ferimentos mais graves e estava internado desde o ocorrido.

 

ataque-abelhas-serra-do-cristo-para-de-minas-18-09-2023-980×980

 

 

Em um vídeo publicado nas redes sociais, o secretário de agronegócio, José Hermano, afirmou que todas as providências foram tomadas para dar assistência à família de João.

 

“Estamos todos desolados. É algo que era absolutamente imprevisível de acontecer. São abelhas exóticas que foram levadas até lá, temos fotos das caixas, mas já fizermos a retiradas delas. Alguém levou isso para lá, não cuidou, elas proliferaram demais e infelizmente tivemos esse ataque. Estamos muito tristes”.

 

O apicultor Romeu Nogueira, que trabalha há 30 anos na produção de mel em Pará de Minas, explica quais os cuidados é preciso ter com abelhas:

 

O apicultor Romeu Nogueira, que trabalha há 30 anos na produção de mel – Foto Radio Espacial

 

 

Muito cuidado também ao realizar trilhas em locais desconhecidos, pois pode haver concentração de abelhas ou uma colmeia. Quando avistada, passe longe. As picadas são raras e ocorrem quando o ser humano chega perto do enxame.

 

 

Nota de pesar

 

‘Em nome da população pará-minense, manifestamos profundo pesar pelo falecimento do servidor João Camilo de Oliveira filho, vítima de enxame de abelhas, no dia 18 de setembro. Infelizmente, apesar dos cuidados de saúde que vinha recebendo desde o incidente, não foi possível reverter os agravos provocados pelo ataque dos insetos.

 

Funcionário dedicado, sempre atuou com responsabilidade, no cumprimento de suas atribuições na Secretaria Municipal de Agronegócio, Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente, inclusive com o uso de Equipamentos de Proteção Individual em suas rotinas de trabalho.

 

Nesse momento, a administração municipal se solidariza com familiares, amigos e colegas de trabalho pelo seu falecimento, expressando sinceras condolências”.

 

 

Caixa onde é armazenada colmeias de abelhas – Foto Rádio Espacial 

 

 

Funcionário da Prefeitura de Pará de Minas fica ferido ataque de abelhas

 

 

 

*Com informações do JC 

 

 

 

Veja também