Mulher é morta dentro de casa em Itatiaiuçu

27/04/2019 | Destaque, Polícia

 

Uma mulher de 44 anos identificada como L.A.A foi encontrada morta em sua casa na Rua Otávio Antunes Moreira, em Itatiaiuçu nesta semana. A polícia foi acionada pelo irmão da vítima J.L.B.S, de 42 anos, que teria ido até a casa da vítima a pedido do cunhado, que  disse estar preocupado com a companheira,  pois não estaria conseguindo contato com ela.

O irmão da vítima, foi até a casa e afirmou ter encontrado a porta da residencia fechada, mas sabia onde estavam escondidas as chaves reserva. Passando pelo portão, viu a porta da sala aberta e já dentro da casa notou que o quarto do casal estava trancado. Ele  decidiu então olhar pela janela do quarto, de onde foi possível ver um corpo no chão do banheiro. Diante disso, arrombou a porta do quarto e confirmou que era sua irma, suspeitando que pudesse ter sido suicídio.

Já no local no final da noite do dia 25, a Polícia Militar encontrou algumas peças de roupas espalhadas pelo quarto, além de uma poça de urina próximo à cama. No chão estava a moça de bruços por cima de uma poça de sangue, proveniente de um corte no pescoço. No entanto,  nenhum objeto cortante que pudesse ter causado o ferimento foi encontrado, descartando então a hipótese de suicídio.

A perícia esteve no local e constatou a morte e o corpo foi encaminhado para o IML de Divinópolis para avaliar a causa da morte.

Alguns objetos como bolsa, dinheiro, roteador, aparelho de TV a acabo e um vídeo game haviam desaparecido da casa, então havia sido cogitado latrocínio. Entretanto, as portas trancadas levantaram suspeitas, pois não é um hábito comum de um ladrão trancar as portas após roubar.

Nesta sexta, o delegadoDirceu Ribeiro, responsável pelo caso entrou em contato com o companheiro da vítima A.A.P de 54 anos, que entrou em contradição no depoimento, sendo detido para esclarecimentos. O homem ainda apresentava escoriações no pescoço, o que indicava que houve luta corporal com a moça que tinha sangue debaixo das unhas.

O delegado Jorge de Melo prestou apoio na ocorrência e confirmou as informações. Disse também que  o casal estaria se separando. Diante dos fatos, o homem esta preso e o crime esta sendo tratado como feminicídio.

Veja também