Onda de calor faz Brasil bater recorde de consumo de energia

14/11/2023 | Brasil

 

Massa de ar quente tem feito com que as temperaturas fiquem acima do normal – Foto Karine Xavier / Folha Press

 

 

A onda de calor que afeta parte do Brasil esta semana fez com que a demanda por energia batesse recorde pelo segundo dia seguido, nesta terça-feira 14/11, segundo dados do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS).

 

Por volta das 14h20, a demanda de energia no Sistema Interligado Nacional (SIN) chegou a aproximadamente 101,5 GW (gigawatts). O novo recorde é 0,5% superior ao anterior, de 100,9 GW, registrado na segunda-feira (13) às 14h17.

 

Nesta semana, uma massa de ar quente tem feito com que as temperaturas em grande parte do Brasil fiquem acima do normal. Por causa da onda de calor, há maior demanda por energia, com uso de ares-condicionados, ventiladores e outros eletrodomésticos, por exemplo.

 

Segundo o ONS, houve um aumento de 16,8% na demanda por energia desde os primeiros dias do mês de novembro, passando de 86,8 GW a 101,5 GW.

 

Ainda de acordo com o ONS, o sistema elétrico está preparado para atender à alta demanda. “O SIN é robusto, seguro, possui ampla diversidade de fontes e está preparado para atender às demandas de carga e potência da sociedade brasileira”, disse.

 

No momento em que o novo recorde foi registrado, a demanda estava sendo atendida pelas seguintes fontes:

 

  • hidrelétricas: 59,8%
  • térmica: 11,5%
  • eólica: 9,5%
  • solar centralizada: 8,4%
  • solar gerada por consumidores: 11,2%

 

Demanda cresceu 16,8% em relação aos primeiros dias de novembro – Foto Karine Xavier / Folha Press

 

 

 

 

 

Veja também