PM alerta população sobre segurança no final do ano

PM alerta população sobre segurança no final do ano

Alisson Eustáquio*

Chega o final de ano e o movimento em ruas e comercio da cidade aumenta consideravelmente. Com o excesso de pessoas circulando, criminosos aproveitam segundos de distração para furtar dinheiro, celulares e outros objetos de valor, comprometendo a segurança.

Dezembro é um dos meses mais esperados do ano e todos nós sabemos o porquê. Clima festivo, confraternizações, 13º salário. O problema é quando esse clima gostoso acaba com antecedência por falta de segurança, e isso é mais comum do que se imagina. Por isso, todo cuidado é pouco.

O Tenente Máximo da Polícia Militar de Itaúna conversou com o Jornalismo Santana FM e relatou que as pessoas devem ter cuidados com seus objetos pessoais, cuidado onde estaciona o carro e não deixar nada a vista.

“A Polícia Militar procura fazer as ações no fim do ano para a melhoria do policiamento, para que não só em questão de número, mas também na qualidade e no planejamento que é realizado, mas precisamos também do apoio do cidadão. Porque é dessa parceria entre a Polícia Militar e a comunidade que realmente a policia pode prestar um trabalho mais eficiente. No fim do ano a gente tem a questão do 13º, o comercio se agita e junto ao movimento do comercio existe naturalmente os aproveitadores de plantão que tentam fazer as vítimas. É um momento que as pessoas devem usufruir, devem fazer suas compras, a cidade está policiada, está preparada pra oferecer segurança para as pessoas. Mas não da pra descuidar. É importante ter cuidado com os objetos pessoais, certificar de estacionar o carro em local iluminado, de não deixar objetos a mostra para não chamar atenção de infratores que por ali transitem, bolsas, valores que estejam à vista. Também não transitar pela rua com grandes quantidades de dinheiro”, disse Máximo.

O Tenente ainda explica que qualquer suspeita pode entrar em contato com o 190. Ele ainda destaca que a abordagem policial não é por condições físicas, com a cor da pele, com a condição econômica ou com as vestes e sim pela conduta da pessoa.

“É realmente ter atenção. Se observar que está sendo acompanhada, ou observar que alguém está ali simplesmente monitorando e observando o movimento, ligue no 190 e passe as características dessa pessoa, onde ela está. Porque a Polícia Militar entende que aquela pessoa está em uma ação que gera suspeição, será feita a abordagem e iremos verificar o que aquela pessoa está fazendo no lugar. Muitas vezes a comunidade ver alguém em uma atitude suspeita e não fala nada, é importante falar. Depois que acontece o crime, muitas vezes a gente vê pessoas dizendo: Ah, realmente eu vi que estava ali, que estava estranho, estava suspeito. É importante passar para a PM. Ser abordado pela polícia não desmerece ninguém. A situação de suspeição não tem a ver com as condições físicas, com a cor da pele, com a condição econômica, com as vestes. Tem a ver com a conduta da pessoa. Simplesmente algum proceder. As vezes a pessoa está ali esperando alguém, mas gerou suspeição. A policia vai fazer a abordagem com a garantia dos direitos que a pessoa tem quanto cidadão, se não for nada de mais a pessoa será liberada”, conclui o Tenente.

*Estagiário supervisionado por Paloma Guimarães

%d blogueiros gostam disto:
WordPress Appliance - Powered by TurnKey Linux