Polêmica municipalização de escolas: Neider critica vereadores e deputado

30/07/2021 | Itaúna, Política

O prefeito Neider Moreira disse que o projeto não é nada polêmico – Foto Reprodução/ Prefeitura de Itaúna/ Instagram

 

 

Em vídeo publicado nas redes sociais, o Prefeito de Itaúna, Neider Moreira, comentou sobre a polêmica do Projeto de Lei (PL) que visa municipalizar algumas escolas de Itaúna. Durante o posicionamento, o prefeito criticou alguns vereadores do município e também o deputado estadual Gustavo Mitre.

 

Neider começou falando da municipalização das escolas em 1998, e citou atual Escola Municipal Augusto Gonçalves, que antes era estadual. Segundo ele, o processo ocorrido nos anos 90 se mostrou exitoso, uma vez que a escola tem hoje um dos maiores índices de desenvolvimento da educação básica (IDEB) de todo o Estado.

 

Neider afirmou que a proposta foi enviada à Câmara há 60 dias, e que o PL não é nada polêmico, visto que ele é apenas benéfico para o município, e também relatou que o projeto recebeu ataques de vereadores apoiadores de um deputado estadual. “Pois bem, encaminhamos o projeto à Câmara há 60 dias e, para nossa surpresa, um projeto que não tem nada de polêmico, porque ele só traz benefícios ao município e à educação do município, ele passou a ser atacado pelos vereadores ligados ao deputado Gustavo Mitre, deputado da cidade”, declarou.

 

https://www.facebook.com/santanafmitauna/videos/260187495915875

 

 

Em relação aos benefícios que o projeto trará para a cidade, o prefeito disse que a rede municipal tem o IDEB maior que a rede estadual, por isso, a educação será de maior qualidade. Além disso, segundo ele, o município receberá o prédio da atual escola João Dornas, onde funcionará a escola Celuta das Neves, que atualmente funciona no mesmo prédio que a escola Gilka Drumond. Neider disse também sobre os recursos financeiros que o estado enviará para a construção de uma nova escola no bairro Jadir Marinho e para ampliação da escola Padre Waldemar, que foram relatados nas audiências públicas realizadas para discutir o projeto.

 

Para finalizar, Neider Moreira afirmou novamente que o PL traz benefícios à cidade e cobrou o deputado Gustavo Mitre um apoio à proposta. “O projeto só traz benefícios à comunidade e me surpreende os vereadores ligados ao deputado Gustavo Mitre trabalharem para a derrubada do projeto, trabalhando contra o município, contra os interesses do município. Então faço aqui uma cobrança pública ao deputado Gustavo Mitre, que ele defenda esse projeto junto aos seus vereadores, afinal de contas, ele é vice-líder do governador Zema na Assembleia, e esse é um projeto do Governo do Estado em parceria com o município e que atende os interesses do município. Se realmente ele se coloca como representante do município de Itaúna, ele deve defender publicamente a aprovação desse projeto. Fiquem de olho!”, declarou o prefeito de Itaúna.

 

 

Reunião Extraordinária da Câmara de vereadores que votaria o Projeto de Lei Substitutivo nº 40/2021, que autoriza o Poder Executivo Municipal a municipalizar o Ensino Fundamental Anos Iniciais de algumas escolas estaduais de Itaúna, foi adiada na tarde desta quinta-feira, 29/07.

 

A reunião havia sido marcada para às 15h30 desta quinta, e durou apenas 19 minutos, resultando no adiamento da discussão. Primeiramente, as comissões teriam um tempo de 5 minutos para a discussão do PL, mas antes houve a  solicitação do vereador Silvano a adiar a reunião para a próxima terça-feira, 03/08.

 

Votaram favoráveis ao adiamento os vereadores Carol, Gleisinho, Gustavo, Giordane, Joselito, Lacimar, Nesval e Silvano. Votaram contra os vereadores Antônio da Lua e Edênia e se abstiveram Antônio de Miranda, Ener, Kaio, Léo e Márcia.

 

 

Reunião Extraordinária que votaria a municipalização de escolas é adiada

 

 

Câmara vota projeto de municipalização de três escolas nesta quinta

 

 

Audiências discutem projeto de municipalização de escolas

 

 

Audiência Pública sobre Municipalização do Ensino é realizada nesta quinta

 

 

Professores da rede estadual protestam em Itaúna contra municipalização do ensino

 

 

Municipalização de escolas estaduais de Itaúna é discutida

 

 

Veja também