Preço do etanol sobe cerca de 6% em Minas

10/07/2023 | Minas Gerais

Etanol e gasolina podem ficar mais caros com retorno integral dos impostos – Foto Lincon Zarbietti / O Tempo

 

 

O preço médio do etanol subiu 6,33% – ou R$ 0,23 – em Minas Gerais entre os dias 2 e 8 de julho. O levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) apontou que o valor do litro de combustível, que era de R$ 3,63 na semana anterior – até 1º de julho – saltou para R$ 3,86, no Estado. Nos postos pesquisados pela ANP em todo o país, o preço médio do etanol subiu 5,08% na semana em relação à anterior, de R$ 3,74 para R$ 3,93 o litro.

 

O aumento do etanol, em Minas, ficou acima do esperado após mais uma mudança tributária. A alíquota do ICMS em Minas foi reajustada, no início deste mês, de 9,29% para 11,63%, o que poderia representar um aumento de cerca de R$ 0,09 no litro do combustível, se toda a alta chegar até a bomba. Se considerarmos o levantamento da ANP, esse valor ficou R$ 0,14 acima do previsto.

 

O presidente da Associação da Indústria Sucroenergética de Minas Gerais (Siamig), Mário Campos, explica que o reajuste da alíquota ocorreu para manter a paridade de impostos entre o álcool e a gasolina. O ICMS da gasolina no Estado aumentou neste ano devido à padronização do imposto em todo o Brasil em junho, definida pelo Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz).

 

Mesmo com a possibilidade desse aumento no curto prazo, Campos avalia que o etanol deve se tornar mais competitivo nos próximos meses, pois a safra de cana em Minas está superando a anterior.

 

“É uma safra grande, em que temos muita matéria-prima no campo. Esse etanol precisa ser consumido e ele provavelmente disputará espaço com a gasolina”, sublinha o presidente da entidade.

 

Outros estados

 

Em São Paulo, principal Estado produtor, consumidor e com mais postos avaliados, a cotação média subiu 5% na semana, de R$ 3,60 para R$ 3,78. A maior alta porcentual na semana ocorreu em Mato Grosso, onde o litro do etanol, que custava em média R$ 3,34, passou a custar R$ 3,68 (+10,18%).

 

O preço mínimo registrado na semana para o etanol em um posto foi de R$ 2,99 o litro, em São Paulo. O maior preço estadual, de R$ 6,29, foi registrado no Rio Grande do Sul. Já o menor preço médio estadual, de R$ 3,68, foi observado em Mato Grosso, enquanto o maior preço médio foi registrado no Amapá, com R$ 5,40 o litro.

 

Na comparação mensal, o preço médio do biocombustível no País subiu 3,42%, de R$ 3,80 para R$ 3,93 o litro. O Estado com maior alta porcentual no período foi Sergipe, com 7,74% de aumento no período, de R$ 4,39 para R$ 4,73 o litro. Já o Estado com maior queda porcentual no mês foi o Acre, com -1,04%, de R$ 4,80 para R$ 4,75 o litro.

 

Por Gabriel Rodrigues e Estadão Conteúdo

 

 

 

 

Veja também