NO AR AGORA

Rádio Santana FM

Itaúna, 15 de junho de 2021

Encontro dos três corais

 

 

No sábado, 24/10 foi realizado no palco do teatro Sílvio de Mattos no Espaço Cultural , o I Encontro de Corais de Itaúna.

Com a proposta de formação de público para arte do canto coral, a Secretaria Municipal de Educação e Cultura por meio do Departamento de Cultura apostou no ecletismo dos repertórios que agradou a todos os gostos.

O coral anfitrião Una Voz fez uma bela abertura do evento, regido pela maestrina Juliana Lima, e apresentou em seu repertório Mozart, Verdi e Caetano Veloso.

Coube ao Coral Bittencourt , de Pará de Minas, sob a batuta do maestro-pesquisador Samuel Lopes, seguir a jornada musical começando pelo compositor austríaco Anton Bruckner do século XIX até o rei do baião Luiz Gonzaga.

Para encerrar as apresentações de cada coral, coube ao Madrigal Renascentista da Universidade Federal de Alfenas, numa performance pouco convencional, arrebatar a plateia com seu canto do período renascentista à empolgante Bonse Aba, canção tradicional africana da Zâmbia em que o maestro Thiago de Moraes cantou e dançou com os coralistas.

O aprimoramento técnico alcançado deste coral teve o reconhecimento no II Festival e Concurso Internacional de Corais, o Ameride 2013, sendo considerado o melhor coro na categoria “ Coros de Vozes Mistas”.

Em seguida, os três corais subiram ao palco para serem regidos pelos três maestros, cada um com uma música do repertório que constava Johann Sebastian Bach, Juan del Encina e Flávio Venturini/Guarabira.

O que se pode afirmar é que os objetivos de fomentar o intercâmbio e a divulgação da música em Canto Coral foram alcançados e que o I Encontro de Corais de Itaúna já está rendendo muitos frutos.