NO AR AGORA

Rádio Santana FM

Itaúna, 15 de junho de 2021

Segundo a Lei, é proibido o extermínio de cães e gatos para fins de controle populacional – Foto Carla Barboza/ Santana FM

 

 

Foi aprovado por unanimidade na Reunião da Câmara de Itaúna nessa terça, 25/05, uma proposta de Lei que altera uma Lei que dispõe sobre o controle populacional de cães e gatos.

 

O projeto, de autoria do ex-vereador e agora chefe de gabinete da Prefeitura Dr. Fares Neto, prevê alteração na Lei nº 5.604/2021, adicionando um novo artigo 19 ao capítulo VIII da Lei, somando à Lei as disposições do Código de Vigilância em Saúde de Itaúna e do Código de Posturas Municipais, previstos na Lei Complementar 148, de 26 de junho de 2019 e na Lei nº 1.821, de 02 de maio de 1985, respectivamente.

 

A Lei alterada foi aprovada no dia 23 de fevereiro desse ano também por unanimidade na reunião deste dia. A legislação prevê meios para controle populacional de cães e gatos, como a esterilização, além de atribuir a responsabilidade da guarda, identificação e cuidado desses animais à população da cidade.

 

Além disso, segundo a Lei, é proibido o extermínio de cães e gatos para fins de controle populacional, exceto em caso de doenças contagiosas, que necessita da apresentação de laudo para realização da ação.

 

Aprovado Projeto que prevê controle populacional de animais

Vereador Dr. Fares assume chefia de gabinete da Prefeitura