Quatro mulheres morrem vítima de enxurrada de cabeça d’água

13/12/2021 | Brasil

Bombeiros na operação de resgate das vítimas – Foto Divulgação

 

 

Os bombeiros encontraram nesta segunda-feira (13) o corpo da quarta vítima da enxurrada provocada por uma cabeça d’água no Rio do Braço em Lavrinhas (SP).

 

Quatro mulheres morreram e outras 16 pessoas foram resgatadas após o nível do rio subir repentinamente.

 

O corpo encontrado nesta segunda-feira é o da estudante de psicologia, Patrícia Gonçalves, 21 anos. Ela é prima de uma das mortas e vinha de Pindamonhangaba com uma excursão para conhecer o local, que é destino turístico. O local onde o corpo foi encontrado é de difícil acesso.

O que aconteceu

 

A cabeça d’água aconteceu por volta de 12h entre as cachoeiras do Poço Azul e da Pedreira, local bastante frequentado por turistas. Uma forte chuva concentrada atingiu a cabeceira do rio e uma enxurrada arrastou pessoas que estavam no local.

 

Após a enxurrada, os bombeiros encontraram o corpo de três mulheres, entre elas uma idosa de 74 anos. E resgataram outras 16 pessoas. Ainda assim, as buscas continuaram nesta segunda pela jovem de 21 anos que não havia sido encontrada.

 

Entenda o que é cabeça d’água

 

De acordo com meteorologistas, o fenômeno é comum nessa época do ano, com as chuvas de verão. A reportagem consultou especialistas para explicar o que é e como acontece. Segundo o meteorologista, Giovanni Dolif, a cabeça d’água é como uma forte onda causada por uma chuva intensa e localizada.

 

“A pancada de chuva intensa cai na cabeceira do rio, faz ele subir de nível e forma essa onda, que é uma cabeça d’água. Essa onda é gerada pela entrada de água muito rápida e faz com que as correntezas se intensifiquem”, explica.

 

O fenômeno em Lavrinhas aconteceu depois de uma forte chuva, por volta das 12h. Inicialmente, a Defesa Civil tinha informado que a enxurrada tinha sido causada por uma tromba d’água, mas depois corrigiu a informação.

 

Dolif explica que existe uma confusão pelo significado popular de que tromba se trata de uma chuva intensa.

 

“A tromba d’água não tem relação com a chuva. Ela é um tornado sobre uma superfície de água. O vórtice de ar girando suga a água, dando a ela uma forma que se assemelha a uma tromba. Geralmente, acontece no mar ou, raramente, em rios muito largos. Mas ela tem pouca capacidade de gerar estragos, diferente da cabeça d’água”, explica.

 

Por G1 

 

 

Veja o que é cabeça d’água

 

 

 

Veja também