Saúde confirma 138 casos da ômicron em MG

3/01/2022 | Centro-Oeste, Minas Gerais

 

Do total de casos, 17 são de pessoas com vacinação confirmada – 3D illustration

 

 

A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) confirmou que foram identificados 138 casos positivos para a variante ômicron do coronavírus em todo o estado até sexta-feira (31/12).

 

Belo Horizonte lidera a lista das cidades mineiras onde a variante chegou, com 76 pessoas infectadas. Ainda foram registrados casos em cidades da Região Metropolitana, Zona da Mata, Sul de Minas e Região Central.

 

Na sequência, após BH, aparecem Extrema (19), Contagem (7), Nova Lima (6), Betim (4), Barbacena (3), Itaúna e Lavras (3 cada), Juiz de Fora, Lagoa Santa e Passa Quatro (2 cada), Maria da Fé, Passos, Pouso Alegre, Ribeirão das Neves, Sete Lagoas, Três Pontas e Varginha (1 cada), e ainda casos de outros estados (4).

 

Já há transmissão comunitária no estado, o que indica que o vírus circula nas cidades e o contágio não é apenas por pessoas que venham de outro país, onde a variante surgiu.

 

A secretaria informou que há registros de pacientes sem histórico de viagem internacional, contato com caso confirmado da nova variante ou algum viajante que tenha chegado do exterior.

 

Das pessoas que testaram positivo, a idade variou entre 3 e 68 anos. As mulheres foram mais acometidas, um total de 74 casos (53,6%), 64 casos do sexo masculino (46,4%). Com relação a vacinação contra COVID-19, 17 apresentam registro da vacina e 121 casos a situação vacinal está em investigação.

 

Diante das investigações epidemiológicas realizadas até o momento, não houve necessidade de internação hospitalar, apenas com isolamento domiciliar, cumprindo os protocolos de saúde e sanitários.

 

Além dos 138 casos positivos, a SES-MG está monitorando outros 12 casos que, até o momento, são considerados suspeitos para a variante ômicron.

 

Por Uai 

Veja também