Segurança pública de Itaúna é discutida durante reunião em BH

8/05/2022 | Centro-Oeste

Segurança pública de Itaúna é discutida durante reunião em BH – Foto CDL Itaúna

 

 

Uma reunião na sede do Governo de Minas Gerais, em Belo Horizonte, discutiu a segurança pública em Itaúna e região. O encontro foi realizado na última terça 03/5 e divulgado nesta sexta 06/5.

 

Algumas propostas foram apresentadas e devem receber uma resposta em até 40 dias sobre os pedidos.

 

Foram propostas melhorias nas condições de trabalho, para permitir maior disponibilidade de tempo dos delegados e escrivães nas delegacias de Polícia Civil de Itaúna e Divinópolis.

 

As autoridades ressaltaram que as mudanças propostas, mesmo que significativas, trazem inúmeros benefícios e com o esforço necessário, poderão ser viabilizadas.

 

Outros pontos debatidos:

 

* Emendas destinadas pelo deputado Gustavo Mitre para a doação de duas viaturas para a Polícia Civil de Itaúna, sendo uma para o mês de junho e outra para o final deste ano, e a destinação de servidores efetivos, sendo eles investigadores e escrivães com a conclusão do curso de formação em dezembro deste ano, também foram apresentadas;

 

* A possibilidade da nova sede da Polícia Civil de Itaúna passar a ocupar o prédio onde está o atual Fórum, na Praça Dr. Augusto Gonçalves, no Centro, foi apresentada assim que o mesmo for para as novas instalações em construção no Bairro Boulevard Lago Sul. As são conduzidas pelo Dr. Leonardo Pio, Dr. Joaquim, Gustavo Mitre e Maurício Nazaré;

 

* A liberação de recursos para manutenção das viaturas que estão. O chefe de Polícia Civil a liberação imediata dos recursos.

 

A reunião contou com a presença do presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) Itaúna, Maurício Nazaré, o deputado estadual Gustavo Mitre (PSB), o chefe de Departamento da Polícia Civil da 7ª região de Divinópolis, Dr. Flávio Tadeu Destro, delegado regional, Dr. Cleovaldo Marcos Pereira, delegado especial de Itaúna, Dr. Leonardo Pio, o inspetor de Polícia de Itaúna, André Leite, a delegada superintendente, Dra. Carla Cristina Oliveira Santos Vidal e o chefe de Polícia Civil do estado de Minas Gerais, Dr. Joaquim Francisco Neto e Silva.

 

 

 

 

 

Veja também