Centro-Oeste: Suspeita de receber auxílio 96 vezes é investigada

12/05/2022 | Centro-Oeste, Polícia

 

Foi possível apurar um “grande prejuízo causado aos cofres públicos”Foto Marcello Casal Jr/ Agência Brasil

 

 

Uma moradora de Córrego Fundo, região Centro-Oeste de Minas, é suspeita de ser beneficiária de valores fraudados do Auxílio Emergencial. Segundo informou a Polícia Federal, ao menos 96 benefícios eram recebidos por ela por meio de boletos bancários. Diante disso, um mandado de busca de apreensão foi cumprido na manhã desta quinta-feira (12) no município.

 

Ainda de acordo com as informações, foi possível apurar um “grande prejuízo causado aos cofres públicos”. Isso considerando apenas o primeiro semestre de 2020, já que os dados relacionados ao restante do ano, assim como em 2021 e 2022, ainda serão analisados posteriormente.

 

“As informações iniciais são oriundas da Base Nacional de Fraudes ao Auxílio Emergencial (BNFAE), mantida pela Coordenação Geral de Polícia Fazendária da PF (CGPFAZ), que reúne dados de comunicações de irregularidades referentes ao pagamento fraudulento do auxílio, após terem sido analisados e confirmados pela Caixa”, informou a Polícia Federal.

 

A corporação ainda afirma que continuará adotando outras ações que visam coibir e apurar este tipo de fraude no Estado. “Importante destacar que todos os pagamentos indevidamente realizados são objeto de análise”, concluiu, orientando que aqueles que receberam as parcelas, mas não preenchem os requisitos, realizem a devolução dos valores.

 

Por Hoje em Dia

 

 

 

Veja também