Suspeito de homicídio ocorrido em maio é preso pela Polícia Civil

4/07/2023 | Itaúna

 

Suspeito foi preso; arma, tablete de maconha e celulares foram apreendidos – Foto Polícia Civil

 

 

O suspeito de ter cometido um homicídio no dia 13/5 de 2023, na estrada de acesso a Angicos em Carmo do Cajuru foi preso nesta terça-feira 04/7. De acordo com a Policia Civil, o rapaz de 26 anos foi pego na Operação “Maio Vermelho”.

 

Durante a busca realizada na residência do suspeito, a Polícia Civil encontrou uma arma de fogo calibre 40 com a numeração raspada, municiada. Celulares e um tablete de maconha também foram apreendidos.

 

O veículo supostamente utilizado pelo investigado no homicídio foi apreendido e será encaminhado para análise pericial com os demais materiais recolhidos.

 

O veículo supostamente utilizado pelo investigado no homicídio foi apreendido – Foto divulgação PC

 

 

A delegada Luciene Flávia Junqueira Caldas, responsável pelo inquérito policial, informa que o suspeito foi encaminhado ao sistema prisional e permanece à disposição da Justiça.

 

“Agora, ele será submetido aos trâmites legais e responderá pelo crime que lhe é imputado. A investigação continuará a fim de esclarecer totalmente os detalhes do homicídio e identificar eventuais cúmplices ou motivações por trás do ato”, pontua a delegada.

 

Maio Vermelho

 

O nome da operação faz alusão ao trabalho realizado pela Polícia Civil no combate aos crimes de homicídio em Itaúna.

 

“A prisão do suspeito e as apreensões efetuadas representam uma etapa importante na busca pela justiça e pela tranquilidade na comunidade local, refletindo o compromisso das autoridades em combater a criminalidade e garantir a segurança na cidade”, finaliza a delegada.

 

Relembre o caso

 

Segundo apurado preliminarmente, o homem era suspeito de um duplo homicídio.- Foto Reprodução

 

 

Um homem foi morto na estrada que liga Povoado de Lopes, em Itaúna, ao Povoado de Angicos, em Carmo do Cajuru, no sábado 13/5.

 

A PM foi acionada por volta de 12h30. Os militares encontraram a vítima, um homem, de 27 anos, no chão já sem vida.

 

A Perícia Técnica realizou seus trabalhos, constatando que a vítima estava com as pernas amarradas e com duas perfurações na parte de trás da cabeça e uma perfuração na região do tórax. No local foram recolhidos dois projeteis de calibre indefinido.

 

A vítima possui passagens por dano, ameaça, lesão corporal, homicídio. Segundo apurado preliminarmente, o homem era usuário de drogas e estava devendo dinheiro para traficantes, e é era suspeito de um duplo homicídio ocorrido em 2018.

 

O corpo foi liberado para a Funerária.

 

 

 

 

 

Veja também