Técnico Cuca alega problema familiar e deixa o Atlético

28/12/2021 | Esportes, Minas Gerais

Cuca anunciou à cúpula do Atlético que não seguirá em 2022 – Foto Ramon Lisboa/EM/D.A Press

 

 

Comandante do Atlético na conquista do Campeonato Mineiro, do Campeonato Brasileiro e da Copa do Brasil este ano, o técnico Cuca surpreendeu e informou à cúpula alvinegra nesta segunda-feira (27), em reunião virtual, que não seguirá no clube em 2022. A notícia foi dada pela Rádio Itatiaia.


De acordo com a emissora, Cuca assegurou ao presidente Sérgio Coelho e ao órgão colegiado formado por Rubens Menin, Rafael Menin, Ricardo Guimarães e Renato Salvador, conhecidos como 4 R’s, que não dirigirá nenhum clube no próximo ano.

 

A reportagem não conseguiu contato com o treinador na madrugada desta terça-feira (28), logo após o anúncio de sua saída pela emissora.

 

Cuca deixa o Galo apontado por muitos como o maior treinador da história do clube. Além dos três títulos nesta segunda passagem, na primeira, entre 2011 e 2013, ele foi bicampeão mineiro e campeão da Copa Libertadores.

 

Entre 2011 e 2013, Cuca teve aproveitamento geral de 59,7% em 153 partidas, com 80 vitórias, 34 empates e 39 derrotas.

 

Anunciado em março desde ano para suceder o argentino Jorge Sampaoli, o treinador paranaense atingiu ao fim da temporada 74,17% de rendimento. Foram 48 vitórias, 14 empates e apenas 9 derrotas em 71 apresentações. Além da Tríplice Coroa ou Tríplice Alvinegro, o clube foi semifinalista da Libertadores.

 

Ao todo, nessas duas trajetórias de sucesso, Cuca comandou o Atlético em 224 partidas, com 128 vitórias, 48 empates e 48 derrotas. Conquistou 64,2% dos pontos.

 

Assim como agora, Cuca deixou o Atlético de forma surpreendente ao fim de 2013. O treinador já estava acertado com o Shandong Luneng, da China, quando dirigiu o time alvinegro no Mundial de Clubes daquele ano. Na semifinal, foi batido pelo Raja Casablanca, do Marrocos, ao perder por 3 a 1.

 

Com a saída de Cuca, o Atlético inicia a busca por um novo treinador para assumir o time em 2022, quando o clube terá como desafios o Mineiro, a Supercopa do Brasil, a Copa do Brasil, a Copa Libertadores e o Brasileirão.

 

Por Uai 

 

Veja também