NO AR AGORA

Rádio Santana FM

Itaúna, 20 de fevereiro de 2019

Jornalismo Santana FM

O revestimento do teto de uma casa de shows, o Point Beer, entre as ruas Goiás e Bahia, em Divinópolis, cedeu durante a noite deste sábado (02).

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, o material do revestimento era de gesso.  Ainda segundo os militares, mesmo com o ocorrido, foi constatado, em uma vistoria realizada no local, de que o imóvel não possuía outros pontos que possam comprometer a estrutura da edificação.

O Corpo de Bombeiros informou que não foram registradas vítimas por ele. Entretanto, pessoas que estavam no local no momento do ocorrido relatar que houve feridos, dentre eles uma jovem.

Ela foi socorrida pelo próprio namorado e levada para o Hospital São Judas Tadeu onde passou por exames e ficou em observação. A jovem sofre um corte na cabeça. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, mas como ela estava sangrando muito, o rapaz preferiu leva-la de carro. Ela recebeu alta neste domingo (08).

Ainda segundo relatos de vítimas, houve tumulto para as pessoas saírem da casa de shows. Seguranças tentaram barrar para o pagamento das comandas. A Polícia Militar (PM) foi acionada, mas demorou a chegar no local.

O dono da boate disse ao G1 que não houve cobrança e que muitos clientes foram embora sem pagar. Segundo Cláudio de Freitas Ricardo, só pagaram aqueles que se direcionaram ao caixa por vontade própria, mas que não foram barrados e nem pagamento exigido.

Os militares disseram que o fato foi negado pela administração da casa. No entanto, testemunhas confirmaram a outra versão. A Policia Civil foi comunicada, mas a perícia não compareceu, segundo a PM.

O proprietário da boate disse ainda que um engenheiro foi contratado e deve comparecer no local ainda nesta segunda-feira (4) para emitir um laudo e os reparos serem iniciados.

Ainda segundo Cláudio, as atividades na casa foram suspensas após o ocorrido e no domingo (3), mas a expectativa é que a programação seja retomada no próximo fim de semana.

O Corpo de Bombeiros informou que ao chegar no local não havia nenhum cliente no espaço. Eles disseram ainda que o laudo de vistoria apresentado é valido até 2020. Os danos observados foram de revestimentos de gesso que caíram, mas a estrutura do imóvel não ficou comprometida.

Quando os militares chegaram, o público já tinha conseguido sair do imóvel. Outras pessoas também foram socorridas por terceiros e levadas para as unidades de saúde. No momento do acidente havia entre 50 e 60 pessoas no local.

WordPress Appliance - Powered by TurnKey Linux