Torcida do Cruzeiro dá show no Mineirão com festa e recorde

10/11/2021 | Esportes, Minas Gerais

Torcida comprou carga total de ingressos e deu show na arquibancada – Foto Alexandre Guzanshe/ EM/ D. A Press

 

 

Mesmo fora da briga pelo acesso à Série A, o Cruzeiro recebeu um incentivo e tanto na noite desta terça-feira, no Mineirão, na vitória por 2 a 0 sobre o Brusque, pela 35ª rodada da Série B. Ao todo, 34.687 torcedores compareceram ao Gigante da Pampulha e empurraram o time no triunfo.

 

O número representou o recorde nesta edição da Segunda Divisão. Até aqui, o Coritiba era o dono da melhor marca. No último dia 3, pela 33ª rodada, 16.886 pessoas assistiram ao triunfo dos paranaenses por 3 a 1 sobre o Operário-PR.

 

Além da vitória e do show da torcida, o resultado do Cruzeiro diante do Brusque descartou a chance de rebaixamento à Série C e garantiu o clube na Segundona em 2022. O Cruzeiro chegou a 46 pontos e abriu oito de vantagem para o Z4. Só há mais nove pontos em disputa até o fim da competição.

 

O jogo contra o Brusque marcou a volta do Cruzeiro ao Mineirão, após fazer algumas apresentações pela Série B no Independência, casa do América. Apesar de a Prefeitura de Belo Horizonte já ter autorizado a comercialização da cota máxima de ingressos nos estádios da capital, a Minas Arena limitou a carga para essa partida em 35 mil espectadores alegando limitação operacional. A despeito disso, o cruzeirense cantou como se o Mineirão estivesse completamente lotado.

 

Do início ao fim, o público presente incentivou e deu o suporte emocional ao time para vencer os catarinenses. Vitor Leque e Giovanni marcaram os gols da vitória.

 

Antes de a bola rolar, a torcida do Cruzeiro fez uma bela homenagem à cantora Marília Mendonça, que morreu na última sexta-feira, em Caratinga, interior de Minas, em acidente aéreo. O público presente no Mineirão acompanhou em coro, nas arquibancadas, sucessos executados pelo sistema de som do estádio.

 

Durante os 90 minutos, houve apoio incondicional, com cânticos tradicionais que andavam longe do Mineirão nesse período de pandemia da Covid-19. “Pela eternidade, nunca vou te deixar”, gritou o torcedor em alguns momentos, em referência ao momento delicado vivido pelo clube.

 

Tanto apoio foi recompensado com os gols de Vitor Leque, na etapa inicial, e principalmente com um golaço de Giovanni, de fora da área, no segundo tempo. O meia-atacante foi à arquibancada para comemorar com os cruzeirenses.

 

Críticas

 

O torcedor do Cruzeiro também reservou momentos para criticar o presidente Sérgio Santos Rodrigues. No intervalo e após o apito final do árbitro, o mandatário recebeu muitos xingamentos. O prefeito de Belo Horizonte e ex-presidente do Atlético, Alexandre Kalil, foi outro alvo dos cruzeirenses no Mineirão.

 

Problemas no acesso

 

Antes de a bola rolar, o torcedor enfrentou problemas no acesso ao Mineirão. Quem deixou para entrar em horário próximo ao do jogo acabou perdendo os primeiros lances de Cruzeiro x Brusque. Muitas filas se formaram nos portões, uma vez que as catracas apresentaram lentidão na leitura dos códigos dos ingressos. Em determinado momento, a Polícia Militar recomendou que a entrada do público fosse liberada.

 

Por Superesportes

 

 

Veja também