NO AR AGORA

Rádio Santana FM

Itaúna, 19 de maio de 2021

Câmara Municipal de Itaúna – Foto Reprodução

 

Na reunião extraordinária convocada para esta quinta-feira, 14/01, um vereador não pode comparecer, por ter sido diagnosticado como portador do Coronavírus.

Os vereadores foram convocados para analisar o projeto 03/2021 enviado pelo Prefeito, registrado na Câmara com o número 07/2021 que altera a Lei 4.219 de 28 de junho de 2007 autorizando a doação de imóvel à empresa Brasil Minas Uniformes Profissionais Ltda para fins de expansão de suas plantas industriais.

A justificativa do Projeto é que “a doação constante na Lei foi promovida em benefício da Matriz; no entanto, o registro de unificação foi processado em nome da filial” ocorrendo alteração no CNPJ.

 

Vereador com Covid-19

 

No início da Reunião, foi lido um comunicado enviado por parte do Vereador Silvano Gomes, em que ele informa ter contraído o vírus e por isso não poderá participar das próximas reuniões até que se recupere.

vereador Lacimar estava de atestado médico – suspeita de Covid-19.  Na ultima terça-feira, 12/01,  a informação foi confirmada pela Câmara, mas segundo sua assessoria, ele testou negativo para a doença.

Segundo Dr Fares, o Ministério Público do Trabalho teria ido até a Câmara nesta quinta, solicitando algumas medidas, para reduzir a possibilidade de contágio, como afastamento das mesas do plenário e redução do expediente nos gabinetes.

Sobre a possibilidade de fazer a reunião em outro local, segundo ele, o custo seria de R$4 mil reais por sessão.

Nenhum outro funcionário da Casa Legislativa teria testado positivo até o momento.

A secretária da Mesa Diretora Edênia sugeriu realizar as próximas reuniões por meio do aplicativo Zoom.

O modo de como será realizada a próxima reunião será informado posteriormente.