Vistoria aponta falha em mais três viadutos em Belo Horizonte

16/04/2015 | Minas Gerais

falhas viadutos bh

 

 

 

Mais três viadutos da avenida Pedro I, em Belo Horizonte, irão passar por reparos, segundo o promotor de Defesa do Patrimônio Público, Eduardo Nepomuceno, que irá investigar se o trabalho é apenas preventivo ou se há erro de execução. A Superintendência de Desenvolvimento da Capital (Sudecap) irá enviar um relatório nesta sexta-feira (17) para o Ministério Público, apontando a necessidade de correção nos viadutos B – Oscar Niemeyer, Monte Castelo e o elevado da avenida João Samaha.

 “A Sudecap adiantou que são três pequenas correções que serão feitas em outros três viadutos diferentes por sugestão da empresa. São erro de concepção e necessidade de reforço. Segundo eles, não tem risco para a estabilidade da estrutura, mas seria uma medida de caráter preventivo, para aumentar a vida útil”, explicou o promotor.

As vitorias em todas as estruturas por parte das empresas Cowan e Consol começaram a ser feitas após a queda do viaduto Batalha dos Guararapes, em julho do ano passado, matando duas pessoas e deixando mais de 20 feridas.

“Eu preciso do relatório para ver qual é o grau de imprecisão que está gerando essa intervenção, para ver se é uma medida conservadora ou se é mais um erro”, garantiu Nepomuceno.

O viaduto A, o Gil Nogueira, passou por reparos no início deste mês, depois que a estrutura apresentou rebaixamento de 2,5, após problemas nos aparelhos de apoio, causando falhas no projeto.

Em novembro de 2014, foi constatado um deslocamento lateral de aproximadamente 30 cm na estrutura do viaduto Montese, na região de Venda Nova, que passou por correções. O deslocamento teria acontecido em razão de um erro de execução, segundo a empresa Consol, que fez o projeto da estrutura.

Veja também